Para realizar um projeto luminotécnico, conhecer os tipos de iluminação e saber conceitos sobre o mundo da iluminação é vital. É necessário pensar como a iluminação natural e a iluminação artificial irão integrar e harmonizar com cada ambiente, se será funcional e se irá gerar economia para o consumidor.

Uma dica importante é, se você não for um profissional da área, chame um para lhe auxiliar na escolha das luminárias e demais detalhes da elétrica. Outra dica importante, é lembrar de iniciar o projeto durante a construção, pois além de poder trabalhar com a luz natural do ambiente, há maior flexibilidade para mudanças.

A iluminação eficiente, é uma iluminação que harmoniza com a decoração e ao mesmo tempo, não deixa de atender as necessidades básicas. Essa iluminação pode ser utilizada para criar cenários, destacar determinados elementos, dividir o ambiente, definir áreas de circulação e realçar determinados detalhes, como revestimentos de parede ou quadros.

Pensando nisso, criamos esse artigo com o objetivo de explicar os tipos de iluminação existentes, para auxiliar você leitor, na hora de realizar seu projeto luminotécnico ou trocar a iluminação atual dos seus ambientes. Acompanhe a seguir.

Tipos de Iluminação

Antes de entender os tipos de iluminação, o ideal é compreender a finalidade principal do ambiente. Embora o método tradicional seja instalar as luzes no centro do teto, existem outras maneiras de posicioná-las, pois cada proposta e ambiente requer um tipo específico de iluminação. São elas:

  1. Iluminação Direta
  2. Iluminação Indireta
  3. Iluminação Difusa
  4. Iluminação Linear
  5. Iluminação de Orientação
  6. Iluminação de Destaque
  7. Iluminação de Tarefa
  8. Iluminação para Áreas Externas

Iluminação Direta

Como o nome indica, no modelo de iluminação direta, a luz é direcionada diretamente para um ponto específico. É ideal para pessoas que precisam projetar um holofote em cima de objetos em um estudo, escritório ou consultório médico. Você também pode encontrar iluminação direta na biblioteca com luzes de leitura, por exemplo, em um banheiro ou quarto onde é feita a maquiagem.

Iluminação Indireta

Aqui, a luz não é o foco principal do ambiente. Esse tipo de iluminação serve para destacar indiretamente determinados objetos no espaço. Como uma luz de apoio. Pode ser colocado detalhadamente no piso, teto de gesso, sancas, teto ambiente com focos direcionais ou apliques. Para utilizar este tipo de iluminação, o ideal é que a superfície reflexiva seja transparente, para que possa ser mais bem distribuída no ambiente. Em geral, é utilizado fita de LED nesse estilo de iluminação.

Saiba mais sobre: Luz Direta e Indireta: entenda as diferenças

Iluminação Difusa

A iluminação difusa é projetada para suavizar todo o ambiente, sem criar contraste ou sombras em objetos ou móveis. Esse efeito pode ser obtido colocando-se um filtro na lâmpada, que pode ser de vidro, um pedaço de acrílico ou de aparência branca leitosa – e pode garantir uma iluminação confortável sem prejudicar a visão. É amplamente utilizado em salas, quartos e banheiros.

Iluminação Linear

É um sistema moderno em que a iluminação é realizada por luz contínua. Apesar desse efeito, a luz não agride os olhos, é confortável e, quando bem distribuída no espaço, produz um efeito estético muito interessante. Este modelo também é amplamente utilizado em ambientes funcionais em que se exerçam atividades que necessitem de atenção.

Iluminação de Orientação

Esse tipo de iluminação traz segurança para a circulação em um ambiente específico e evita possíveis acidentes. É ideal para locais como corredores, escadas, áreas de piscina, jardins e entradas residenciais. Recomenda-se que a lâmpada seja totalmente embutida no chão ou na parede.

Iluminação de Destaque

Este tipo de iluminação ajuda a destacar pontos específicos do ambiente ou decoração. É uma luz mais concentrada, que ajuda a iluminar a fachada, uma imagem ou quadro da sua sala, por exemplo. Tendo como sua principal característica o foco de luz direcionado.

Iluminação de Tarefa

Esse tipo de iluminação é ideal para leitura ou algum tipo de trabalho manual. Geralmente são utilizados abajures, luminárias de mesa ou de chão para essa iluminação em específico.

Iluminação para Áreas Externas

A iluminação da área externa valoriza o design da residência como um todo, e a iluminação nas paredes externas proporcionam uma sensação de segurança aos moradores. Existem muitas opções de iluminação, que podem não apenas produzir fortes efeitos, mas também trazer beleza e charme ao espaço. À exemplo da utilização de refletores, spots, arandelas, dentre outros produtos.

Recomendado: Como acertar na iluminação para fachada de casas?

Temperaturas de cor em Iluminação

Outro detalhe muito importante na iluminação é a temperatura da lâmpada, que nada mais é do que a cor que ela fornece para o ambiente. A representação dessa temperatura é obtida em Graus Célsius, transformados em Kelvin. Para compreendermos melhor essa classificação, precisamos entender que quanto mais branca for a luz, mais alta é a temperatura de cor em Kelvin. Quanto mais baixa a temperatura de cor for, mais amarela será essa luz.

Tendo isso em mente, você com certeza deve estar pensando em como escolher a temperatura de cor certa e como aplica-la em cada ambiente, certo? Calma que iremos explicar!

  • Branco quente (até 3.500K): Confortável, ideal para atividades relaxantes. Eles fornecem um ambiente mais social, íntimo e confortável. Portanto, essa é a escolha ideal para quartos, salas de estar, áreas de relaxamento, recepções e salões.
  • Branco neutro (de 3.500K a 5.000K): Adequado para cozinhas, banheiros, lavanderias e outras atividades de atenção média.
  • Branco frio (acima de 5.000K): É recomendado para locais onde você executa tarefas que requerem mais atenção e vigilância. Por exemplo: indústrias, clínicas, hospitais, farmácias e ambientes corporativos.

Se você quiser adentrar o assunto sugerimos a leitura de nosso artigo sobre a diferença entre branco frio, branco neutro e branco quente.

Sabemos que há muitos tipos de iluminação e temperaturas de cor existentes, mas agora ficou mais fácil para você aplicar todos esses conceitos no seu projeto. A boa iluminação é um detalhe importante para qualquer ambiente e, sabendo utilizá-la em lugares estratégicos, é possível deixar sua casa mais agradável e elegante.

Se você quiser ver a iluminação LED em prática leia esse post com um de nossos cases de sucesso: Projeto LED: Hotel Quality

Gostou de saber mais sobre os tipos de iluminação existentes? Então, aproveite para compartilhá-lo em suas redes sociais! Não esqueça de se inscrever em nossa newsletter para receber conteúdos de iluminação e decoração em primeira mão.