Tempo de leitura: 5 minutos

Iluminação com LED e sustentabilidade: será que essas duas coisas têm a ver? Nos últimos anos, a preocupação de todos com o meio ambiente aumentou. Começamos a ver mudanças na nossa atmosfera como resultado da produção de gases que causam efeito estufa e passamos a entender melhor o papel do nosso consumo nisso.

Vimos até a legislação mudar em vários países, inclusive no Brasil, para coibir a produção e o consumo de equipamentos com alto gasto energético e baixa eficiência, como as lâmpadas incandescentes. Mas será que uma iluminação com LED é realmente sustentável e vale a pena investir nisso durante a sua reforma?

Neste artigo, vamos entender melhor a relação entre iluminação de LED e sustentabilidade. Confira!

O que é iluminação sustentável?

Para começarmos a entender a influência da luz de LED na sustentabilidade precisamos primeiro visitar o conceito de iluminação sustentável. É considerado um projeto de iluminação sustentável todo aquele que considera os impactos da luz no meio ambiente e direciona esforços para que eles sejam reduzidos.

Isso é especialmente útil quando estamos falando de construção e reformas, porque esses são os melhores momentos para tomar decisões que influenciarão o consumo de energia. O tamanho de uma janela, por exemplo, pode ter grande impacto na quantidade de luz que é exigida para clarear um quarto mesmo no período da noite.

Outro fator que é importante na reforma são as cores escolhidas para a decoração. Naturalmente, tons mais claros como o branco e o off-white refletem mais luz e exigem menos da iluminação artificial. Essas escolhas, quando bem pensadas, têm grande impacto em como a sua casa consome energia e no quanto ela precisa repor equipamentos de iluminação.

A adoção de alguns recursos tecnológicos também é de grande ajuda para reduzir o desperdício. Sensores de movimento que acendem e apagam as luzes de áreas como a garagem ou o jardim são excelentes recursos para cortar gastos.

Por que iluminação sustentável é importante?

 

Mas por que é tão importante fazer um projeto de luzes sustentável para a sua residência? Não são apenas os gastos que fazem com que seja uma decisão inteligente substituir as suas lâmpadas por luzes de LED.

A raiz do conceito de sustentabilidade é utilizar bem um recurso de maneira que ele possa ser utilizado também pelos demais. As lâmpadas de LED estão no centro do debate porque elas não só são mais sustentáveis (garantindo maior utilização por mais tempo), mas também porque são mais versáteis e podem ser integradas a outras tecnologias.

Lâmpadas de LED inteligentes, por exemplo, aceitam comandos de assistentes virtuais e acendem em várias cores diferentes para permitir uma maior personalização da iluminação. Elas vão ajudá-lo não só a ser mais sustentável, mas também a iluminar ambientes cheios de personalidade e customização, o que outras lâmpadas não fariam.

O consumo de energia elétrica é um dos que mais eleva os custos fixos de uma casa, e fazer esforços para ser sustentável nessa área vai liberar orçamento para que você invista em outras coisas importantes, como sensores de consumo ou até energia solar para iluminar a sua residência sem onerar a conta de luz.

Qual a relação entre LED e sustentabilidade?

A iluminação em LED surge em pauta sempre que falamos sobre sustentabilidade, mas já se perguntou por que? Talvez você saiba que as lâmpadas feitas com LED são mais econômicas do que as incandescentes e fluorescentes, mas entender os mecanismos que permitem que essa luz seja assim vai ajudá-lo a tomar melhores decisões.

Enquanto a maioria das lâmpadas tradicionais funcionam porque há um filamento que é acendido toda vez que ela é acionada, isso não acontece com a iluminação de LED.

Porque não há filamento para gastar, e sim um diodo emissor de luz dentro da lâmpada. Elas não produzem tanto calor quanto os demais modelos, o que faz com que tenham mais durabilidade. Isso quer dizer que o tempo de duração da lâmpada de LED é muito maior do que o de lâmpadas comuns.

Os benefícios são muitos, mas é preciso ficar atento ao escolher lâmpada de LED para aproveitar todos eles. Lâmpadas com dimmer, por exemplo, podem ajudá-lo a poupar ainda mais com consumo e criar uma iluminação mais leve nos ambientes da sua casa.

Por que o LED é a iluminação do futuro?

Agora que já entendeu direitinho como funciona o LED e quais impactos ele tem na economia e na sustentabilidade, é hora de verificar alguns dos motivos que fazem com que o LED seja a iluminação do futuro.

Durabilidade

A durabilidade de uma lâmpada de LED é muito maior que a das lâmpadas convencionais, chegando a até 11 anos ininterruptos de luz em um único equipamento. Isso faz com que não seja necessário para o dono de uma iluminação de LED substituir itens com tanta frequência, o que reduz o custo do projeto no longo prazo e aumenta a sustentabilidade dele.

Quanto mais tempo utilizando um equipamento sem fazer o seu descarte e sem gerar poluição, melhor ele é para a natureza.

Energia renovável

A energia elétrica que utilizamos no Brasil é toda renovável. O que significa que o seu LED sempre será iluminado por uma fonte sustentável de energia, seja ela hidráulica como é tradicionalmente comercializada por aqui, ou solar, caso opte por instalar placas na sua residência.

Reciclável

As lâmpadas de LED têm ainda um benefício adicional que faz com que elas sejam as lâmpadas do futuro: são 100% recicláveis. Enquanto lâmpadas de bom custo-benefício como as fluorescentes não podem ser descartadas com facilidade por possuírem mercúrio na sua composição, as lâmpadas de LED passam por processo de requalificação e reciclagem e voltam para as linhas de produção.

Como você pôde ver, luzes de LED são parceiras da sustentabilidade, ajudando não só a reduzir o consumo de energia elétrica, como em toda a cadeia produtiva por se tratarem de itens 100% recicláveis. Portanto, se quer fazer uma escolha mais sustentável com o projeto luminotécnico da sua casa, já sabe que lâmpadas levar para conseguir este efeito.

 

Gostou de conhecer melhor a relação entre iluminação de LED e sustentabilidade? Assine nossa newsletter e não perca nenhuma atualização do nosso blog!