Tempo de leitura: 5 minutos

Aproveitar a luz natural para ler um bom romance ou até mesmo para estudar é o ideal no que se refere ao conforto visual.

Porém, dependendo do horário disponível para realizar essas atividades, ou até mesmo das condições climáticas, é quase impossível não utilizar luz artificial com o objetivo de melhorar a luz para leitura.

Entretanto, não adianta iluminar o ambiente com qualquer lâmpada ou luminária. Na verdade, é preciso encontrar um equilíbrio, visto que tanto a luz muito forte quanto a muito fraca prejudicam nossos olhos.

Então, qual deve ser a iluminação adequada para leitura? É isso que vamos tratar neste artigo. Acompanhe e veja quais lâmpadas e luminárias são mais adequadas, além de dicas a serem consideradas na hora da compra!

Intensidade adequada

Como apresentamos acima, para o conforto visual, é necessário um equilíbrio na luminosidade. É importante que a luz artificial proporcione o efeito da luz natural, para não forçar a visão.

Se a luminosidade é muito forte, nossas pupilas se fecham, e se é muito fraca, elas se dilatam. Assim, esses dois extremos são prejudiciais à saúde, pois podem ocasionar dor de cabeça e cansaço quando precisamos estudar.

Tipo de lâmpadas

Quando se pensa em reforma ou construção, a iluminação dos ambientes deve ser analisada com atenção. A luz adequada para cada ambiente proporciona conforto e bem-estar. Existem vários tipos de lâmpadas no mercado e cada espaço pedirá um modelo diferente. Os principais são:

  • incandescentes;
  • fluorescentes;
  • halógenas;
  • dicróicas;
  • de descarga;
  • LED.

As lâmpadas incandescentes são as mais conhecidas e mais antigas. Com um tom amarelado, esse tipo de lâmpada é mais barato, porém dura pouco e consome mais energia. Como elas esquentam com mais facilidade, possuem pouca durabilidade e são pouco eficientes.

Lâmpadas halógenas são mais eficazes que as incandescentes, porém não são tão boas como as fluorescentes. É como se fosse um meio termo entre esses dois modelos. Porém, esse tipo de lâmpada tem maior durabilidade que as duas citadas acima.

Ótimas para decorar ambientes, as lâmpadas dicróicas são usadas em locais que possuem objetos com sensibilidade ao calor. São ótimas para deixar sua decoração mais sofisticada e cheia de estilo.

Já as lâmpadas de descarga são indicadas para ambientes externos ou grandes locais como vias públicas. Com alta descarga elétrica, esse tipo de lâmpada tem luz brilhante, é bastante eficiente e possui vida útil longa.

Luz para leitura é LED ou fluorescente

Os modelos fluorescentes são encontrados em vários formatos e são considerados os mais econômicos. Por isso, duram mais que as lâmpadas incandescentes. Existem vários modelos e tamanhos que podem se adequar ao estilo do ambiente.

As lâmpadas de LED estão cada vez mais presentes nos projetos de construção e reforma. Ecologicamente mais corretas, duráveis e eficientes, podem ser usadas tanto em ambientes internos como externos. Além disso, possuem um bom custo-benefício porque, apesar de serem mais caras, elas são mais duráveis.

Para clarear seu local de leitura a luminosidade não pode prejudicar os olhos, portanto, as melhores opções são as lâmpadas fluorescentes ou LED. A diferença é que a segunda alternativa é mais econômica, dura mais tempo e deixa o ambiente esteticamente mais bonito.

Critérios para escolha

Como vimos, existe uma variedade de lâmpadas no mercado. Você deve escolher aquela que oferece uma iluminação para leitura adequada e que se encaixe no seu objetivo.

O ideal é optar pelas lâmpadas brancas frias, que estimulam a atenção. Já as amareladas propiciam o relaxamento, e podem deixar o leitor com sono.

Você pode verificar o rótulo das lâmpadas para obter essas informações:

  • 3.500 K a 4.000 K (tonalidade amarela);
  • 6.000 K a 6.500 K (tonalidade branca fria).

Se você está estudando para provas, o ideal são as brancas frias; se, por outro lado, tem o hábito de ler na cama até para estimular o sono, aposte nas amarelas.

Algumas características técnicas das lâmpadas também devem ser consideradas na hora da compra. O consumo de energia da lâmpada é medido em Watts (W) e quanto maior essa potência, mais energia a lâmpada irá consumir.

Temos ideia da economia de energia quando comparamos os modelos de lâmpadas. Um modelo de LED com potência de 15W equivale a uma lâmpada incandescente de 100W. Outro ponto a ser observado para analisar a melhor lâmpada de LED é o fluxo luminoso, conhecido como lúmen.

Este índice representa a quantidade de luz emitida pela lâmpada. Por isso temos algumas com mais luminosidade e outras com menos. Na hora da escolha é importante analisar o local que a luz será instalada. Para leitura, o ideal é encontrar o equilíbrio entre o mais claro e mais escuro.

Além disso, devemos observar a temperatura de cor. As lâmpadas mais amareladas ou luz quente são indicadas para ambientes de relaxamento e descanso. Já as luzes brancas ou frias são ótimas para concentração, facilitando a leitura.

Ao comprar a lâmpada verifique a potência da rede do seu imóvel, já que as lâmpadas disponíveis no mercado podem variar de 110 V ou 220 V.

Luminárias: conforto e estilo para sua casa

O que é melhor: uma luminária de chão, de mesa, spot ou abajur? Tudo vai depender do seu ambiente e dos seus móveis.

Uma escrivaninha de estudos pede uma luminária de mesa, em que você pode direcionar a luz para seus livros e cadernos. Além disso, você pode instalar um pendente, que também permite uma iluminação dirigida. Já uma luminária de coluna ou de chão tem um efeito incrível ao lado de um sofá, divã ou poltrona.

Para a luz não incomodar a leitura, a dica é deixá-la a 50 cm do livro. Por isso, escolha objetos articuláveis para trazer um conforto visual. Se possível, escolha luminárias com dimmer, que permitem também regular a intensidade da luz.

Um abajur é um objeto que fica muito bem em mesinhas laterais na sala ou na mesa de cabeceira do quarto. Os spots de parede podem fornecer luz direcionada na sala.

Sem sombra

O importante é fazer um projeto da iluminação de acordo com o tamanho do ambiente. Você deve instalar os pontos de luz evitando fazer sombras nos locais de leitura, pois isso também atrapalha.

É preciso escolher com muito cuidado a luz para leitura. Entretanto, com lâmpada, luminária e intensidade de luz adequadas, você consegue render nos estudos ou devorar as páginas da obra do seu autor preferido sem se cansar.

Gostou das informações para criar um ambiente harmonioso com uma adequada iluminação para leitura? A Iluminim conta com uma equipe especializada na loja para atendimento técnico e direcionamento do melhor produto para a persona. Entre no nosso site e confira!