Tempo de leitura: 4 minutos

A iluminação é um elemento fundamental da decoração. Ela vai dar o clima do ambiente e destacar os detalhes decorativos, enfatizando o que precisa de mais atenção e disfarçando outros aspectos. Desenvolver um projeto de iluminação residencial adequado oferece conforto e beleza, mas é necessário ter cuidado.

Cada construção é única e tem detalhes que não são iguais a nenhuma outra. Portanto, você pode até se inspirar em outros projetos, mas deve aplicá-los de maneiras diferentes no seu, adaptando-o de acordo com as especificidades que ele apresenta.

Antes de sair em busca de lâmpadas bonitas para os cômodos, confira dicas de como fazer um projeto de iluminação que ficará perfeito na proposta da sua casa!

O que você precisa saber antes de iniciar um projeto de iluminação

O estudo que foca na aplicação da iluminação apropriada é chamado de luminotécnica ou luminotecnia. Com base nos avanços tecnológicos, essa técnica se baseia em conhecimentos sobre iluminação e arquitetura, de modo que atenda às necessidades e gostos do morador.

Portanto, para iniciar um projeto de iluminação, é preciso compreender a técnica para aplicá-la, mesmo que seja o mais básico. Uma vez bem-feita, sua casa ficará iluminada da maneira certa, sem exageros ou com pontos com ausência de luz.

Saiba, também, que a iluminação não se restringe às luzes fixas, como lustres e lâmpadas. Para funcionar bem, muitas vezes elas atuam em conjunto com luminárias de LED, abajures e outros tipos de luzes móveis, que precisam estar bem posicionadas para darem o efeito desejado.

Como realizar um projeto que valorizará a sua casa

Ter noção do tamanho dos espaços tem grande importância para que a luz seja distribuída uniformemente pelo cômodo. Confira no que você deve ter atenção antes de escolher a iluminação para a sua residência!

Aproveitar a iluminação natural

Essa é uma dica básica e que sempre deve ser considerada. Nenhuma luz artificial substitui a natural e, além disso, gera uma grande economia. Espaços amplos com janelas e portas grandes de vidro ajudam a ter ótimos resultados.

Combinar decoração e iluminação

Essencial para que o cômodo tenha o estilo esperado, a iluminação deve ser concebida em conjunto com a decoração do lugar e não ser pensada de forma isolada.

O ambiente pede uma iluminação difusa, direta ou indireta para destacar a decoração? Essa é apenas uma das perguntas que devem ser feitas antes de decidir como iluminar os aposentos da casa. Uma iluminação eficiente atende às necessidades do morador e ainda oferece uma boa climatização junto à decoração.

Avaliar pontos que exigem mais iluminação

Existem alguns pontos da casa que podem ser iluminados e fazem toda a diferença, como dentro de armários, em cima do balcão da cozinha e muitos outros. Pensar somente na iluminação geral e deixar de lado locais específicos é prejudicial para o resultado, o que pode afetar o cotidiano futuramente.

Ambientes com cores escuras na decoração exigem uma iluminação mais forte, para não criar áreas escurecidas demais. Assim como ambientes claros não precisam de lâmpadas de LED muito intensas, já que refletem a luz e ajudam a iluminar o local.

O que um projeto de iluminação residencial deve ter

Apesar de ser um projeto para toda a residência, cada espaço tem suas especificidades que precisam ser realizadas para passar diferentes sensações.

Relacionar o tipo de iluminação com cada ambiente é uma regra básica. Pensar na função dos espaços e em como você gostaria de se sentir neles é uma boa base para a escolha. Pense em como deixá-los mais equilibrados, de acordo com seus gostos.

Há lugares que pedem uma iluminação mais forte com lâmpadas de LED e maior luminosidade. Enquanto isso, um quarto, por exemplo, precisa ter uma iluminação mais amena e aconchegante, pois é um espaço de descanso e relaxamento.

Como fazer o projeto para todos os cômodos da residência

Conferir tipo de cômodo, espaço, disposição de móveis, decoração e outros fatores darão pistas da melhor iluminação a ser utilizada. Veja, a seguir, o que pode ser feito nos diversos ambientes da sua residência.

Sala de estar

Nesse ambiente, as lâmpadas amarelas fazem um bom trabalho, uma vez que o tornam mais acolhedor e agradável. As luzes difusas são as mais recomendadas, mas é possível usar spots de luz para destacar e valorizar alguma parte da decoração da sua preferência. As fitas de LED também são alternativas eficazes para a iluminação na sala de estar.

Cozinha

Por ser necessária uma iluminação mais intensa, investir em luzes diretas é a melhor opção. Uma cozinha clara evita acidentes e oferece maior segurança ao manipular as ferramentas. Caso precise, luzes direcionais também podem auxiliar nas tarefas.

Quarto

Deixar o quarto com uma iluminação mais uniforme e indireta ajudará a se preparar para uma boa noite de sono. É no quarto que os moradores costumam relaxar e fazer atividades, como ler e ver TV, e as iluminações auxiliares, como abajur e luminárias, são mais indicadas.

Banheiro

No geral, os banheiros são claros e precisam de uma iluminação uniforme, principalmente na bancada e no espelho, para que evite sombras. A temperatura das luzes também é muito importante, pois podem emitir calor e esquentar o ambiente.

Escritório

O escritório é um lugar que necessita de uma boa iluminação, de modo que torna o ambiente propício a se concentrar para o trabalho. As luminárias são excelentes para mudar a direção da luz para onde você deseja sem ter dificuldades. Contudo, luzes muito fortes podem causar desconforto, então, tome cuidado.

Garagem

Um cômodo que, por vezes, não recebe a atenção que merece, a garagem deve ter uma iluminação com lâmpadas brancas. O uso de arandelas também é importante para complementar e tornar o espaço mais claro.

Um projeto de iluminação residencial tem demandas específicas, o que exige a ajuda de um profissional da área, como arquitetos ou designs. Um projeto bem executado mudará completamente os ambientes da sua casa, portanto, tenha atenção em cada detalhe para criar a iluminação perfeita!

Gostou das dicas? Confira também como arrasar na hora de definir a iluminação residencial para ter um conhecimento mais aprofundado sobre o tema!