A engenharia civil e a arquitetura foram essenciais para o desenvolvimento de nossa sociedade. Sem elas, não seria possível obtermos o conforto e a segurança que as nossas residências nos proporcionam hoje em dia.

Com o passar dos anos, novas tecnologias e critérios foram criados para nortear o desenvolvimento das atividades no ramo construtivo e, atualmente, a acessibilidade é um assunto extremamente relevante. Assim, todas as infraestruturas de uma construção devem atender às necessidades de seus usuários.

Porém, algumas pessoas se esquecem de que um projeto de iluminação para um ambiente com acessibilidade pode melhorar a qualidade de suas vidas. Com isso, acabam tomando atitudes equivocadas na hora de construir.

Se você está planejando uma reforma, continue sua leitura e tire todas suas dúvidas sobre o assunto.

A importância da acessibilidade

Acessibilidade significa permitir que as estruturas urbanas sejam acessíveis a todos os tipos de pessoas — inclusive aquelas que têm necessidades especiais ou mobilidade reduzida. Assim, ao adaptar construções existentes ou criar ambientes acessíveis, é possível quebrar as barreiras de locomoção.

Em meio a esse cenário, é preciso ter muito cuidado na hora de reformar a sua residência.

Por mais que hoje você tenha plenas condições de se locomover em qualquer ambiente, em algum momento de sua vida, por exemplo, uma simples ida ao banheiro ou a subida de uma rampa pode se tornar uma tarefa muito complicada.

Portanto, tenha muita atenção ao desenvolver seus projetos de reforma e faça questão de tornar todos os ambientes de sua residência acessíveis. Veja abaixo alguns critérios que devem ser cumpridos:

  • existência de pisos táteis para deficientes visuais;
  • portas com um vão mínimo de 80cm, permitindo a movimentação de uma cadeira de rodas;
  • barras de apoio em banheiros;
  • elevadores e outras rotas acessíveis para quem tem dificuldades em se locomover;
  • corredores e outros cômodos com dimensões que permitam uma cadeira de rodas fazer rotações de 90º, 180º e 360º.

Como fazer um projeto de iluminação para um ambiente com acessibilidade

Todo mundo quer melhorar e deixar mais eficiente a iluminação de sua casa, não é mesmo?

Seja para ler um livro ou se locomover com mais facilidade no período da noite, o projeto de iluminação de um ambiente deve atender às necessidades de seus usuários, tendo um maior controle da iluminação e reduzindo o consumo de energia.

Em muitos casos, a falta ou o excesso de iluminação pode criar dificuldades para a promoção da acessibilidade. Por isso, veja abaixo algumas dicas para realizar tal atividade com eficiência:

  • quando houver iluminação natural, pense em como ela atua na formação de sombras e ofuscamentos visuais. Posicione cada elemento de seu projeto de uma forma que seja possível evitar essas situações;
  • em ambientes com iluminação artificial, tente fazer com que ela fique uniforme em todas as suas partes. Caso alguma região fique mal iluminada, não poupe esforços para encontrar uma solução adequada, como a criação de mais um ponto de iluminação ou a utilização de uma lâmpada mais potente.

Uma residência só pode ser considerada confortável e segura quando todos os seus cômodos são acessíveis. Assim, o projeto de iluminação para um ambiente com acessibilidade torna-se imprescindível para uma melhor qualidade de vida.

Gostou do post? Compartilhe-o em suas redes sociais para que mais pessoas também possam aprender a deixar sua casa mais segura, acessível e iluminada!