Tempo de leitura: 4 minutos

Você sabe o que é retrofit? Esse é um termo muito utilizado no dia a dia de arquitetos, urbanistas, designers, construtores e projetistas para referir-se a atualizações e renovações de todo um edifício ou de parte dele, mantendo suas características principais.

Para isso, novas tecnologias são utilizadas a fim de modernizar o imóvel e torná-lo mais durável, de forma que os edifícios antes obsoletos recebam novos usos e ocupações.

Pensando em sustentabilidade, preservação e renovação dos antigos edifícios, principalmente nos centros urbanos, é de extrema importância entender esse conceito e saber como utilizá-lo. Por isso, no post de hoje explicaremos o que é retrofit, quais são os seus principais benefícios e como ele é aplicado na iluminação. Confira!

O que é retrofit

É natural confundir esse conceito com uma simples reforma (que pode até manter as características do imóvel) ou com uma restauração — quando não há modernização do projeto, mas apenas a realização de reparos a fim de devolver ao imóvel suas características originais. Mas, na verdade, não se trata de nenhum dos dois.

A técnica consiste em renovar e readequar essas edificações antigas, mantendo suas principais características. Com isso, os espaços podem receber novos usos, além de serem preservados como patrimônio histórico.

Esse conceito pode propor tanto mudanças radicais — como reforços estruturais ou a troca de janelas e vidros — quanto mudanças mais simples — como a substituição de revestimentos e pintura. Aplicada na iluminação de uma edificação, por exemplo, a intervenção em um imóvel histórico cria condições para novos usos e ocupações, além do objetivo de economizar e ser sustentável.

Hoje, é possível encontrar diversos edifícios antigos pelo mundo que passaram pelo retrofit, funcionando hoje como restaurantes, bibliotecas, alguns até abrigando funções do governo.

Os principais benefícios da técnica

Como dissemos, um dos seus principais benefícios é a recuperação funcional da propriedade, em que as instalações são readequadas para garantir segurança e atender às novas exigências de funcionamento. Atualmente, busca-se uma otimização dos espaços e um aproveitamento inteligente — afinal, antes os ambientes eram maiores para o uso de poucas pessoas.

Com a renovação das instalações, é possível economizar energia elétrica com a substituição das lâmpadas, por exemplo. Inclusive, um projeto elétrico e de iluminação contemporâneo pode prever o melhor aproveitamento da luz natural, bem como prever o uso de materiais e equipamentos mais sustentáveis, como as lâmpadas de LED. Falaremos disso mais à frente.

Com o uso de tecnologias e materiais avançados contribuindo para um imóvel mais eficiente, a propriedade ainda se torna mais valorizada. Dependendo do projeto, uma edificação pode aumentar em até cinco vezes o seu preço, depois do retrofit.

O retrofit de iluminação

Tratando-se especificamente de iluminação, o retrofit pode variar da substituição de equipamentos à necessidade de elaborar um novo projeto luminotécnico. O investimento aqui pode ser alto, mas é compensado pela futura economia de energia elétrica.

Geralmente, isso é recomendado quando a instalação apresenta inadequado desempenho luminotécnico e alto consumo de energia elétrica. Dependendo da situação do sistema elétrico e da substituição de cabos e lâmpadas mais modernos — assim como a incorporação de automação, como o uso de dimmer — será necessário um novo projeto. Essa substituição também pode ser necessária caso haja o interesse de incorporar sensores de presença, controles de iluminação e automação.

Para essa troca, ainda é importante saber que usos o imóvel terá. Será um restaurante, uma moradia ou biblioteca? Quantas horas do dia a luz precisará ficar acesa? Será necessário o uso de iluminação direta, indireta e focada em alguns pontos?

É preciso analisar bem os custos de manutenção com as novas instalações, valendo a pena investir em tecnologias de vida-longa. Nesse sentido, uma solução exemplar é o uso do LED, que retorna o seu investimento em curto prazo justamente por gastar menos energia e ser bem mais durável que as lâmpadas comuns.

Outros usos do retrofit 

Para além da iluminação, a técnica do retrofit pode ser utilizada na revitalização do imóvel por completo, renovando as instalações hidráulicas, a fachada, os materiais e todos os detalhes que o compõem. Vejamos, a seguir, alguns exemplos:

Fachadas

Nesse caso, troca-se os materiais e revestimentos, mudando cores e tintas, por exemplo. Desse modo, os imóveis tornam-se mais modernos e duráveis, graças às novas tecnologias disponíveis.

Acessibilidade

O projeto também pode ser de acessibilidade — ou seja, para tornar o edifício acessível a todas as pessoas, inclusive as com necessidades especiais. Um exemplo disso é a inclusão de rampas de acesso, plataformas elevatórias e barras de apoio nos banheiros.

Térmica e acústica

Com a atualização dos sistemas de ventilação, o uso de ar-condicionado e materiais térmicos — bem como a atualização de janelas, portas, paredes e instalação de placas acústicas —, é possível otimizar e atualizar o edifício quanto à qualidade acústica e térmica.

Elétrica e eletrônica

Também é possível que o imóvel necessite apenas de uma atualização dos sistemas e cabeamento e a instalação de redes e internet, por exemplo.

A importância de contar com profissionais qualificados

Por fim, para garantir um bom projeto de recuperação de um imóvel, com uma execução adequada da obra e a correta escolha das lâmpadas e a substituição eficiente da rede elétrica, é fundamental contratar profissionais que entendam, de fato, o que é retrofit e qual é a sua importância. Isso inclui arquitetos, designers e algumas mãos de obra necessárias para técnicas específicas. Lembre-se disso!

Então, gostou do post? Como vimos, um dos materiais mais modernos utilizados tanto em novas construções quanto em retrofit são as lâmpadas e luminárias de LED, que auxiliam tanto a eficiência luminosa quanto a economia de energia elétrica. Então, para se inteirar mais sobre o assunto, confira também quantos metros um refletor de LED ilumina!