Tempo de leitura: 4 minutos

Quando é preciso comprar qualquer tipo de aparelho eletrônico, sempre é necessário se atentar a algo muito importante: a voltagem do aparelho. Se por acaso uma pessoa ligar uma TV de 127V em uma tomada 220V, sem prestar atenção, certamente irá ocorrer um belo estrago.

Muitas vezes as pessoas esquecem desse detalhe, mas se você não quer queimar os seus eletrônicos logo após a compra, que você adquiriu com tanto esforço, precisa conhecer qual tensão elétrica você possui na sua casa ou quaisquer outros ambientes que houver aparelhos elétricos.

Cada dispositivo consome uma certa quantidade de energia quando conectado a tomada, e esse resultado é medido em watts. Por exemplo, um soquete conectado a uma rede 220 volts, pode ser usado com cabos mais finos, pois estes possuem menos resistência e acaba resultando na diminuição do consumo de energia.

Essa voltagem do aparelho que tanto falamos aqui, também conhecida como tensão, nada mais é do que a quantidade de volts (V) atuando em um dispositivo ou sistema elétrico. É isso que desfere “a força” necessária para executar tarefas específicas, como acender luzes, carregar aparelhos e etc, estabelecendo assim, um fluxo de corrente elétrica.

Diferença entre 127V X 220V

Primeiramente, você deve ter notado que estamos falando em 127V e não 110V. E, existe uma explicação para isso. A voltagem 110 não está mais disponível em nenhum lugar do país, pois atualmente os padrões para consumo residencial e comercial determinam a fonte de alimentação de 127V. Eventualmente você pode encontrar pessoas que ainda se refiram a voltagem 127 como 110 pois esta acabou se tornando uma referência, mas a própria voltagem 110 é uma coisa do passado.

Em relação as voltagens 127 e 220, o fato é que a única diferença significativa é a espessura do fio. De fato, quanto maior a tensão, menor o tamanho do componente. Porém, isso ocorre porque um fio com diâmetro menor contribui para um maior movimento de tensão. Por outro lado, os dispositivos de 110V requerem fiação mais espessa. Além disso, devido à tensão mais baixa em 127V, no soquete ele pode reduzir o risco de choque elétrico quando entrar em contato com um plugue ou fio desencapado.

Há também um mito muito grande sobre como a voltagem 220 consome menos, porém é mentira. Ambas as tensões têm o mesmo desempenho e consumo de energia. O que afeta sua conta de luz é a potência do dispositivo e sua duração. Mas o 220V também oferece alguns benefícios, como por exemplo, quando a rede elétrica de uma casa ou prédio exige alta fonte de alimentação, a 220V, se houver uma queda de energia durante a instalação, o benefício de passar uma corrente mais baixa é muito pequeno.

Mas afinal de contas, o que é bivolt?

Bivolt é a capacidade de um equipamento elétrico de ser ligado a circuitos que possuam duas voltagens, geralmente entre 127V e 220V. Opera em equipamentos que podem incluir uma chave seletora de tensão ou podem operar dentro de duas faixas específicas de voltagem, predeterminadas pelo fabricante, e o equipamento ajustará automaticamente.

Geralmente, os dispositivos de dupla voltagem possuem transformadores de voltagem embutidos. Os transformadores de tensão CA (este é o tipo de corrente em nossas tomadas) funcionam com fios enrolados em materiais magnéticos. Quanto mais fios girarem, maior será a tensão convertida pelo transformador dos aparelhos. A tensão no dispositivo Bivolt pode ser selecionada através de um filtro de tensão, que define se a tensão de entrada está acima ou abaixo de um determinado limite e qual circuito deve ser usado.

O que é bivolt automático?

O bivolt automático irá reconhecer a rede ligada e a transformará automaticamente a voltagem do aparelho.  Ou seja, além de conectar o dispositivo a uma tomada sem se preocupar com a tensão (127V ou 220V), você também pode garantir que as flutuações da fonte de alimentação (entre 90V e 240V) não interfiram na integridade dos componentes eletrônicos do dispositivo e principalmente não queimem. Essa fonte de alimentação automática também garante que ela permaneça estável em caso de flutuações de energia (90V a 240V).

Como saber se um aparelho é bivolt?

A maioria dos aparelhos elétricos vem com uma etiqueta de identificação, mostrando qual a voltagem do produto eletrônico.

Porém nem todos os aparelhos possuem essa etiqueta, e nessas ocasiões, fica muito difícil saber qual tomada o aparelho poderá ser conectado. Quando isso acontece, existem duas soluções que podem ajudar você:

  • Procure o auxílio de um profissional:

Se você tiver dúvidas sobre os seus aparelhos, procure ajuda profissional. Entre em contato, seja com um eletricista para dar suporte à instalação ou com o vendedor do equipamento eletrônico que você deseja comprar.

  • Chave detectora:

Se você tiver conhecimento sobre o assunto, poderá usar a chave detectora, um aparelho muito utilizado por eletricistas e outros profissionais, e tem a função de verificar a voltagem elétrica da tomada ou aparelho.

Agora que você já sabe o que são aparelhos bivolt e suas voltagens 127V e 220V, lembre-se sempre de verificar quando for comprar seus eletrônicos. Dessa forma você não corre o risco de que ocorram acidentes indesejados e pode aproveitar seus produtos com toda a tecnologia que eles têm a lhe oferecer.

Gostou do conteúdo do post? Então aproveite para compartilhá-lo em suas redes sociais. Temos certeza de que essas informações também serão úteis para outras pessoas!