Tempo de leitura: 3 minutos

A reforma de uma residência pode ser bem complicada quando as pessoas não se preparam de maneira correta antes de iniciá-la.

Como o mercado da construção civil passa por constantes transformações e mudanças, é fundamental estar antenado com as novidades tecnológicas do momento.

Vários critérios devem ser levados em consideração antes de escolher os materiais e produtos a serem utilizados em sua obra.

Nessas horas, qualquer detalhe é crucial para garantir o conforto e o bem-estar de sua família, e as questões relacionadas ao projeto de iluminação e seus produtos são alguns de seus principais exemplos.

Um ambiente bem iluminado proporciona a sensação de aconchego e faz com que você reduza despesas com a conta de energia elétrica. A iluminação LED é uma das tendências do mercado e oferece tudo aquilo que você procura.

Este post vai ajudá-lo a entender um pouco mais sobre o assunto, assim como identificar e diferenciar as tecnologias LED COB e SMD.

O que é LED?

Inicialmente usado em produtos de microeletrônica, o diodo emissor de luz, Lighting Emitting Diode (LED), já é amplamente utilizado em nossa sociedade. Ele é um composto eletrônico semicondutor que transforma energia elétrica em luz. É um componente bipolar, com um anodo e um catodo.

Em outras palavras, esse material eletroluminescente produz luz a partir da movimentação de elétrons. Devida à ausência de filamentos ou gases, esse tipo de iluminação acontece em estado sólido.

Sua principal característica está relacionada ao baixo consumo de energia elétrica, fazendo com que ele se destaque dos outros tipos de iluminação disponíveis no mercado.

Além do mais, ele não oferece risco de contato direto, dispensa o uso de reatores, não gera calor e não demanda tratamento especial em seu descarte.

Como consequência disso, o LED é um produto sustentável e que não tem substâncias tóxicas em sua composição.

O que é COB?

O LED COB, Chips on Board, é uma nova tecnologia que melhora o desempenho de iluminação de um projeto. Isso acontece, pois vários chips de LED são encapsulados em conjunto, usualmente nove ou mais, e trabalham como um módulo de iluminação.

Desse modo, ocorre uma maior distribuição de luz quando esses componentes são acionados.

As lâmpadas de LED COB têm um aspecto forte e promovem iluminação uniforme ao ambiente. Por ser um produto mais moderno, possuem grande vida útil e são aplicados em várias situações em imóveis, automóveis e luzes de sinalização.

Por exemplo, o Spot Dicróica LED é formado por LEDs de 1 Watt cada. Assim, a potência total é diretamente proporcional ao número de LEDs. Já o Spot COB tem apenas um módulo que é responsável pela sua potência.

O que é SMD?

O LED SMD, do inglês Surface Mounted Device (dispositivos montados em superfície), tornou-se popular devido à sua versatilidade ao iluminar. Ele foi desenvolvido para reduzir o espaço ocupado pelos componentes de placas, como as resistências, os diodos e os transmissores.

Ele é mais brilhante do que o LED comum e apresenta maior luminosidade, porém esses benefícios acarretam em um preço mais salgado. Por isso, é necessário avaliar a necessidade de sua utilização em sua reforma.

Existem dois modelos comuns no mercado. As fitas com LED SMD 3528 são encontradas em modelos de 5 metros de comprimento e 300 LEDS, podem ser encontrados em cores brancas, coloridas e RGBs e são mais econômicas.

Já as fitas com LED 5050 têm maior potência, já que os seus LEDs são triplos. Elas são encontradas em várias cores e até mesmo em versões monocromáticas. A luminosidade é maior, mas o consumo de energia também é mais alto.

Assim, como a tecnologia COB, o LED SMD reduz o número de LEDs utilizados, pois é formado por módulos que representam a potência total do aparelho, como nos casos de refletores.

É perceptível que existam várias diferenças entre o LED COB e LED SMD. Uma pessoa desavisada pode facilmente confundi-los e atrapalhar o desempenho da obra.

Lembre-se de comprar esses produtos em uma loja com experiência de mercado e que ofereça mercadorias de qualidade e um bom serviço de suporte ao consumidor.

E então, o que você achou do nosso conteúdo? Ainda tem alguma dúvida? Use o espaço abaixo e deixe a sua opinião!