Tempo de leitura: 6 minutos

Contar somente com o talento profissional não é mais suficiente para um salão de beleza desempenhar um excelente trabalho. Além das habilidades artísticas, existe outro aliado importante nesse processo: a iluminação. Por esse motivo, saber como escolher a melhor iluminação para salões de beleza é uma decisão importante e indispensável para o sucesso do negócio.

Serviços como manicure, penteados, maquiagens e colorações, por exemplo, exigem uma iluminação adequada a fim de evitar equívocos ou criar sombras indesejadas. Por isso, além de deixar o ambiente mais agradável, a iluminação interfere diretamente na rotina de um salão. Conhecer os tipos de iluminação para maquiagem e para salão de beleza e as funcionalidades das diferentes lâmpadas utilizadas nesses ambientes é o segredo para alcançar resultados cada vez mais satisfatórios.

Quer descobrir qual é a melhor iluminação para maquiagem e para salões de beleza? Então ilumine suas dúvidas e conheça as nossas dicas!

Por que a iluminação para salão de beleza é importante?

Na introdução falamos um pouco sobre a importância da iluminação para salão de beleza, mas há muito mais que podemos adicionar à lista de motivos pelos quais se preocupar com esse aspecto do negócio. Além de a iluminação adequada evitar erros e retrabalhos para a sua equipe, ela ajuda a destacar cortes, maquiagens e tinturas, e também tem um papel importante na divulgação do seu salão. Clientes adoram publicar novidades nas suas redes sociais, mas estarão menos propensos a fazer isso se o salão de beleza não possui iluminação adequada.

Consequentemente, os seguidores dessas pessoas não serão referidos ao seu salão (por uma logo na decoração ou marcação nas menções), o que reduzirá a quantidade de novos clientes em potencial para o seu estabelecimento. Mas não é só isso que uma iluminação adequada para salão de beleza pode fazer!

Somos mais atraídos por lugares com uma aura sofisticada, e pontos de luz bem distribuídos pelas áreas do seu salão vão ajudá-lo a impressionar os visitantes. Por isso, considere contratar um lighting designer, ou designer de iluminação. Ele é a pessoa mais adequada para guiar o processo de instalação de focos e pontos de luz no negócio e garantir que seja feito de maneira satisfatória.

Como fazer a iluminação para o salão de beleza?

Se não pode contar com ajuda de um designer de iluminação a princípio, há outras coisas que você consegue fazer para iluminar melhor o seu salão agora mesmo.

Conhecer melhor os tipos de lâmpadas, por exemplo, vai permitir que você identifique sozinho quais são os materiais necessários para dar uma repaginada na iluminação do seu salão de beleza. Além disso, entender como distribuí-las e que locais precisam ser iluminados no salão dará um ponto de partida para o projeto.

Por isso, confira como melhorar a iluminação do salão de beleza em nosso passo a passo!

Passo 1: identifique que tipos de lâmpada usar

Embora as lâmpadas sejam indispensáveis para a realização de um bom trabalho, é importante selecioná-las adequadamente para não interferir de maneira negativa na execução dos serviços.

No geral, as lâmpadas fluorescentes ou de LED são as mais utilizadas dentro dos salões de beleza, apesar de ambas oferecerem iluminações diferentes, que variam de acordo com cada necessidade.

Lâmpadas fluorescentes

As luzes fluorescentes são conhecidas por serem mais econômicas que as lâmpadas incandescentes tradicionais e por iluminarem com mais eficiência do que elas. Sua principal vantagem é o preço competitivo: dá para cortar a conta de luz em um terço com essas lâmpadas sem precisar investir muito na troca.

Em geral, porém, luzes fluorescentes são frias, o que pode causar uma iluminação despersonalizada no seu salão de beleza e deixá-lo parecendo uma clínica ou consultório. Por isso, se optar por elas, inclua outros pontos de luz com lâmpadas quentes para criar um equilíbrio e dar ao salão de beleza um aspecto mais natural e semelhante ao da luz solar.

Lâmpadas de LED

As lâmpadas de LED também são campeãs de economia, mas exigem um investimento maior do que as fluorescentes. Em compensação elas apresentam várias outras vantagens como múltiplas cores dentre as quais escolher.

Isso ajuda na hora de fazer a iluminação do salão de beleza parecer mais próxima ao natural. Além disso, as luzes de LED podem ser utilizadas em ambientes especiais (como a área de depilação ou de massagem) para proporcionar uma experiência extra para o cliente: a cromaterapia.

Passo 2: descubra onde posicionar suas lâmpadas

Para evitar distorção de cores e criação de sombras, é fundamental não utilizar somente a iluminação por cima ou na frente do espelho. Nesse caso, não se esqueça de que as luzes posicionadas verticalmente são úteis para destacar o rosto — seja para fazer uma maquiagem ou limpeza.

Já as luzes de 45º acentuam melhor os efeitos, sendo recomendadas, principalmente, na aplicação de tinturas e maquiagens, por exemplo. O mesmo benefício é alcançado com fontes posicionadas verticalmente, imitando a luz natural, mas sem modificar as cores do espaço.

Luzes laterais

Um tipo de posicionamento de luz comum nos salões de beleza são as luzes laterais. Elas permitem uma iluminação mais branda sem distorcer os objetos ou pessoas que estão sendo iluminados, por isso são melhores que a luz plana. Em um estúdio de maquiagem, por exemplo, elas são fundamentais para evitar o efeito chapado ao final da produção.

Luzes frontais

As luzes frontais dão maior visibilidade para o trabalho que está sendo realizado, por isso, elas costumam estar presentes nos espelhos de atendimento dos cabeleireiros. Essas luzes farão com que o rosto e os cabelos do cliente fiquem bem iluminados para que nada corra errado no momento do corte ou da estilização dos cabelos.

Luzes em 45º

As luzes em 45º são especialmente úteis na hora de dar destaque a texturas. Por isso, elas também devem fazer parte do espelho de cabeleireiros para facilitar a visualização de novas cores e contrastes em um cabelo, especialmente úteis em processos de luzes e cortes em camadas.

Passo 3: descubra que locais precisam de iluminação especial

Algumas áreas do salão demandam iluminação especial para que o profissional responsável por uma atividade (como a manicure) consiga fazer seu trabalho sem desafios e o cliente possa observar os resultados em tempo real.

Descubra que áreas são essas e como destacar a iluminação de cada uma delas!

Áreas de manicure

Enxergar as cutículas e esmaltar as unhas com perfeição é um trabalho que exige uma iluminação adequada. Nesse caso, uma luz bastante clara é a mais indicada para a execução da tarefa, o que também inclui contar com o auxílio de luminárias de mesa.

Spots ou lâmpadas menores, que podem se movimentar com o profissional conforme ele realiza o trabalho, são as mais indicadas para caracterizar esse ambiente do seu salão de beleza. Elas permitirão a visualização de detalhes em proximidade e farão com que o trabalho seja mais simples e preciso.

Áreas para lavar o cabelo

O espaço dos lavatórios não depende de iluminação para a realização do trabalho, pelo contrário. O excesso de luz pode incomodar os clientes, sendo importante utilizar sempre iluminação indireta para não atingir diretamente os olhos de quem está lavando o cabelo, por exemplo.

O ideal aqui é apostar na contra luz, ou seja, em uma iluminação que facilite o processo de lavagem para o profissional (para que ele tenha facilidade de fazer coisas como encontrar um produto específico para um tipo de cabelo), mas não perturbe a experiência para o cliente.

O processo de lavagem de cabelo é um momento de relaxamento em que o seu público quer se sentir bem cuidado. Tenha isso em mente e faça testes com a iluminação escolhida para essa área antes de colocá-la em ação.

Áreas para tintura ou maquiagens

As lâmpadas posicionadas acima do teto são grandes inimigas das maquiagens e tinturas, já que podem causar sombras e até distorcer algumas cores. Por outro lado, anexar arandelas nas laterais do espelho pode solucionar o problema, pois elas oferecem uma iluminação uniforme e não comprometem o resultado final.

Alguns produtos para o mercado de salão de beleza, como espelhos e penteadeiras, já vem de fábrica com espaços pré-determinados para a aplicação de luz. Se esse não for o caso dos seus equipamentos, considere adaptá-los com a ajuda de um marceneiro para garantir que as luzes colocadas ali não perderão o efeito desejado nas trocas e substituições de lâmpadas.

E lembre-se de aproveitar essa área para utilizar as luzes em 45º. Elas oferecerão o contraste de que profissionais precisam para garantir que maquiagens e tinturas sairão tão bem no espelho quanto na selfie que o cliente irá postar nas redes sociais.

Para complementar a iluminação para salões de beleza e valorizar o ambiente, é interessante contar com a ajuda de abajures e lustres. Além de deixar o estabelecimento mais charmoso e elegante, esse recurso realça a beleza das clientes.

Gostou dessas dicas de iluminação para maquiagem e para salão de beleza e está pronto para colocá-las em prática? Ficou com alguma dúvida sobre o assunto ou tem algum truque que gostaria de compartilhar com outros leitores do blog? Deixe seu comentário nesse post!