Tempo de leitura: 5 minutos

A luz pode mudar completamente um ambiente, isso é um fato. A fotografia trabalha diretamente com o uso da luz e, como os vídeos são imagens em movimento, deve-se saber que fazer uso de uma boa iluminação para vídeo é um ponto-chave para criar películas com excelente qualidade. Tanto o uso de luz natural quanto a artificial exigem cuidados. Elas são essenciais para ajudar a construir o ambiente e oferecer uma boa experiência para quem assistir ao produto final.

Quando se usa luzes artificiais para iluminar, há diversos detalhes que devem ser pensados para alcançar o resultado desejado. Nesse caso, a iluminação de LED é muito indicada, pois tem um ótimo desempenho e é mais econômica. Entretanto, ter conhecimentos para usar a luz do jeito certo nos vídeos é fundamental.

Se você quer saber como fazer uma produção para vídeos com a iluminação impecável, confira as dicas a seguir!

1. Escolha os tipos de iluminação

Antes de iniciar as filmagens, conhecer os tipos de iluminação e seus efeitos no vídeo é crucial. A luz é responsável por criar um texto durante a gravação; ela é capaz de modificar o ambiente e criar um clima. Contudo, para colocar as ideias em prática é necessário conhecer quais são as iluminações e como elas funcionam.

Difusa

Se deseja uma luz uniforme e que é mais suave, você precisa da luz difusa. Ela se espalha pelo ambiente e ilumina de uma maneira mais leve, o que gera sombras fracas. Além disso, ela tem um efeito que não parece muito artificial.

Natural

Também conhecida como externa, a luz natural é uma das melhores alternativas para fazer qualquer tipo de iluminação. É uma claridade bastante bonita e que tem bons resultados, mas às vezes pode ser um pouco difícil de trabalhar, já que não é possível controle algum sobre suas transformações. Portanto, quando ocorrem mudanças de posição do sol, nuvens que deixam o dia nublado e outras questões, todo o trabalho pode ser prejudicado.

Interna

Diferentemente da externa, a luz interna é artificial e pode ser controlada o tempo inteiro. Com os equipamentos certos, será possível fazer todos os ajustes para não ter problemas na edição final.

Dura

A luz dura é uma iluminação direta, que é mais forte e provoca sombras fortes e bem marcadas. Nos vídeos, ela não é tão usada pois destaca imperfeições.

2. Dê atenção à combinação com fundo

O fundo tem muita influência em qual será o resultado no vídeo. Quando se tem uma parede clara, ela reflete a luz projetada e pode deixar a gravação estourada, por exemplo. A manipulação da luz nesses casos deve ser bem-feita, uma vez que o LED produz uma claridade que pode ser bem forte. No fundo escuro, os cuidados devem ser tomados para regular a exposição de luz.

Esse cuidado técnico faz parte para ter cenas mais profissionais. Não basta ter um roteiro muito bom ou equipamentos de ponta, há outros aspectos que interferem diretamente no resultado dos vídeos.

3. Veja o posicionamento da iluminação

A posição em que se coloca a iluminação é decisiva para que o foco da luz fique na posição exata, de modo que ilumine devidamente o objeto da filmagem. Os iluminadores e refletores LED fazem um bom trabalho, mas é importante fazer o posicionamento correto para que a luz fique focada onde se quer dar destaque. Alguns dos principais estilos de iluminação são:

  • luz principal;
  • luz lateral;
  • luz de fundo;
  • luz cruzada.

Cada um deles tem um intuito. No caso da luz de fundo, ela forma silhuetas e é muita usada para dar um ar de mistério. Já o uso de rebatedores faz com que a luz principal seja refletida e deixe as cores e realces mais balanceados.

4. Conheça os equipamentos para luz

Além do posicionamento, escolher os equipamentos certos é fundamental. São eles que entregarão o tipo de iluminação desejada, das mais intensas e diretas a algo mais sutil e secundário, que crie os efeitos no vídeo. A quantidade de lúmens na lâmpada, a temperatura de cor e outros elementos devem ser bem definidos, assim você poderá escolher qual ferramenta deverá usar.

Sun Gun

O Sun Gun é uma espécie de pequeno painel de LED usado como preenchimento, pois tem uma luz amarelada e intensa.

Softbox

Essa é uma das principais luzes de iluminação para vídeo. Emitindo uma claridade difusa e suave, ela ilumina de maneira uniforme e tem uma montagem fácil. Consiste em uma lâmpada fria acoplada em uma caixa que reflete a luz pelo seu revestimento brilhante. Dessa forma, ela diminui sombras e deixa um resultado mais natural.

Rebatedor

Comumente utilizado em filmagens internas ou externas, o rebatedor dá um direcionamento para luz, mas ao mesmo tempo a espalha e a deixa mais suave. Seu revestimento reflete as luzes do ambiente sem deixá-las marcadas.

Ring Light

O Ring Light é realmente um anel de luz, muito utilizado acoplado em câmeras para a iluminação de rostos. É usado principalmente para ter uma luz uniforme, que fique bonita no vídeo. Ela tem foco no rosto de quem está em frente à câmera.

5. Faça a correção de sombras

As sombras, por vezes, deixam um aspecto de desleixo no vídeo. A não ser que essa realmente seja a intenção, fazer a correção delas é fundamental. Para resolver isso, uma luz direcionada para o teto ou uma luz secundária mais próxima pode resolver o problema. Observe a potência das luzes, a posição das luzes em relação à câmera e ao que será filmado.

A qualidade da gravação pode ser afetada por sombras que não são parte do vídeo. A composição da cena também tem a ver com esses detalhes, e a luz tem o poder de realçar pontos positivos ou negativos. Contudo, isso deve ser feito com atenção, utilizando o foco de luz para destacar o que se quer. Levar em consideração os apontamentos deste post é uma maneira certeira de garantir uma iluminação para vídeo de qualidade. Assim, as filmagens terão resultados ainda melhores e mais profissionais.

Gostou de conhecer mais sobre as técnicas de iluminação para vídeo? Se ainda estiver com dúvidas, entre em contato conosco para esclarecê-las!