Tempo de leitura: 3 minutos

Montar um ambiente acolhedor, confortável e relaxante para dormir exige uma série de cuidados. Móveis, roupas de cama e decoração influenciam muito, mas não são os únicos responsáveis.

A iluminação para quarto de casal pode mudar completamente a sensação de conforto e bem-estar. Ela precisa ser planejada em todos os detalhes para garantir o efeito desejado. Se esse assunto parece um mistério, fique tranquilo: esse post é para você!

Separamos algumas dicas que ajudarão a escolher a iluminação correta para os ambientes, valorizando o que o quarto mais precisa. Siga a leitura e confira!

Temperatura da luz

A primeira coisa que você precisa entender quando o assunto é iluminação para quarto de casal é a temperatura da cor. Sim, isso mesmo! Luzes quentes e em tons amarelados trazem sensação de conforto. Uma sugestão para esse efeito é a lâmpada LED amarela.

Já as luzes frias, brancas ou azuladas são duras e indicadas para áreas de trabalho. Por isso, ficam ótimas nos projetos de iluminação de cozinhas, por exemplo.

Esse aspecto da iluminação, que pode parecer apenas um detalhe, ajuda a compor a atmosfera do quarto. A temperatura da luz influencia nas sensações de quem utiliza o ambiente.

Luz direta e indireta

Outro aspecto importante é o direcionamento da iluminação para o quarto do casal. A combinação de luz direta e indireta costuma ser uma opção interessante para contemplar todas as necessidades dos moradores.

A luz direta garante uma iluminação mais uniforme e suave em todo o ambiente. É o caso das lâmpadas e lustres de teto mais comuns. Um paflon de embutir também é uma boa opção.

a luz indireta permite que partes específicas do quarto sejam destacadas. Essa técnica é útil para as lâmpadas de cabeceira, por exemplo, pois direcionam o foco para cada pessoa de forma independente. Nesse caso também é possível optar por um spot LED direcionável.

Dicas de iluminação para quarto de casal

Agora você pode estar se perguntando: como aplicar tudo isso na iluminação para quarto de casal? Algumas dicas ajudarão nessa tarefa:

1. Entenda as necessidades do casal

A iluminação deve facilitar as atividades dentro do quarto. Uma penteadeira para maquiagem, por exemplo, precisa de uma luz forte e homogênea. Esse efeito pode ser conseguido com uma conjunto de lâmpadas combinadas com uma flta LED para os detalhes.

Já a hora de relaxar para dormir pede algo mais suave, por isso a importância do controle independente das luminárias.

2. Aposte na tecnologia

Escolher o tipo certo de lâmpada é um passo importante no projeto de iluminação. Além disso, é possível contar com recursos como o dimmer, que controla a intensidade da luz e permite escolher o ponto ideal para cada momento.

3. Respeite o tamanho do cômodo

Os lustres e as luminárias, assim como a quantidade de lâmpadas, devem ser escolhidos de acordo com o tamanho do quarto. Ambientes pequenos podem ficar ofuscados por uma iluminação muito forte.

Do mesmo jeito, se você economizar na iluminação para um quarto do casal que tem grandes dimensões, pode acabar com um ambiente escuro e desagradável.

4. Invista na qualidade dos produtos

Utilizar acessórios e lâmpadas de baixa qualidade é um dos principais erros de iluminação. Tenha em mente que a vida útil, o consumo de energia e a eficiência dos itens escolhidos influenciam diretamente na relação custo-benefício.

Como você pode ver, montar a iluminação para quarto de casal não precisa ser um grande desafio! Basta entender as necessidades dos moradores para o cômodo e escolher a solução ideal para cada uma delas.

Se você gostou das dicas que trouxemos, confira também como ampliar visualmente o espaço de ambientes pequenos. Confira ainda Guia Definitivo da Iluminação Sem Gesso.