Tempo de leitura: 3 minutos

Quando o sol se põe, o jardim passa a ter uma nova vida. A partir de então, é a iluminação que vai dar estilo a essa área. De objetiva a dramática. De conceitual a cênica.

O importante é escolher o modelo ideal de LED para jardim para que o seu projeto paisagístico seja valorizado.

Além da decoração, a iluminação no jardim pode atender a outros objetivos, como segurança e passagem dos moradores. Tudo deve estar no projeto!

Também é muito importante levar em consideração os tipos de planta que compõem o espaço, se há piscina ou lago, os elementos arquitetônicos presentes e, até mesmo, se o jardim é utilizado em festas ou recepções.

Por isso, para cada caso, há um modelo de LED adequado.

Confira as dicas que separamos para você!

Tipo de lâmpada

Alguns detalhes devem ser observados na hora da escolha do tipo da lâmpada que será usada no jardim, como a temperatura de cor, os efeitos de radiação e a rentabilidade.

Dê preferência sempre às lâmpadas de LED. Elas apresentam o melhor custo-benefício do mercado. Além de serem mais eficientes e duráveis, as lâmpadas de LED também são mais econômicas.

Para se ter uma ideia, os refletores de jardim que, antigamente, consumiam 150 watts, hoje, com as lâmpadas de LED, consomem 10 watts, ou seja, uma diferença considerável na conta do fim do mês. E o meio ambiente também agradece!

Além disso, as lâmpadas de LED são perfeitas para jardins, já que não emitem radiação infravermelha ou ultravioleta, que prejudicam as plantas. Outra vantagem é a resistência que essas lâmpadas apresentam com relação à umidade.

Quanto à temperatura de cor, existem as quentes e as frias. Prefira as quentes em áreas de descanso ou para criar um efeito. As frias podem ser utilizadas em espaços que precisam de mais iluminação.

Efeitos

A criação de efeitos é o princípio básico da iluminação de jardim. Além da iluminação geral, conseguida por meio de postes e refletores, que garante segurança, pequenos canhões de LED direcionados para determinados pontos realçam a natureza e evidenciam o que há de mais bonito nela.

A técnica up lightpor exemplo, ajuda a destacar uma árvore de baixo para cima por meio da colocação de luminárias embutidas no solo.

Outro efeito muito usado é o de sombras e vultos, também conhecido como backlight ou efeito selva. Para isso, você poderá instalar luminárias no meio da vegetação. Os espetos de LED são uma ótima opção nesse caso.

Lâmpadas coloridas também podem ser utilizadas. Uma lâmpada de LED verde mais forte criará um efeito muito bonito nas plantas ao redor. Mas não abuse das cores! O objetivo é apenas realçar o colorido da natureza.

Piscinas ou lagos

Dê uma atenção especial à iluminação de áreas com água. Projetores no entorno ou até mesmo pontos de LED dentro de piscinas conferem muito estilo ao espaço. A iluminação em água corrente produz um efeito incrível!

Elementos arquitetônicos

A iluminação do jardim também poderá contribuir para a valorização de alguns elementos arquitetônicos da casa, como degraus e caminhos. Uma boa opção são as fitas de LED. Para garantir a segurança de quem passa por esses locais, pense numa combinação com postes e refletores.

Agora que você já sabe quais são os melhores modelos de LED para jardim, pode conhecer também as vantagens das lâmpadas de LED na sua casa.