Tempo de leitura: 3 minutos

Com uma nova onda de sustentabilidade e cuidados com o meio ambiente nos últimos anos, a procura por fontes de energias renováveis aumentou. Mas é preciso conhecer os novos sistemas como, por exemplo, entender como funciona energia solar.

Aproveitar esse recurso gratuito é uma maneira de ajudar o planeta e ainda pode gerar uma boa economia no decorrer dos anos. Mas é preciso pensar bem antes de optar pelo uso dessa tecnologia.

Se você está em dúvida se vale a pena investir em energia solar, conheça as vantagens e desvantagens de adotar essa tecnologia no seu projeto!

Como funciona energia solar?

A energia solar, como o próprio nome diz, utiliza a luz e calor emitido pelo sol para geração de energia sustentável e renovável. Por meio de placas que captam os raios solares, os equipamentos transformam e produzem a energia fotovoltaica (energia solar elétrica). 

Em grandes projetos comerciais ou em residências, a utilização dessa energia limpa oferece um bom aproveitamento e eficiência.

Quais as vantagens de utilizar uma fonte de energia solar?

Ao comparar as formas de produção de energia elétrica mais comuns, como as hidrelétricas, com a produção de energia solar, as vantagens ficam ainda mais claras. Confira algumas delas a seguir.

Não polui o meio ambiente

As placas que compõem o equipamento utilizam um processo fotoquímico e não mecânico para geração de energia. Significa que não são usados outros meios poluentes, além de não liberarem gases tóxicos na atmosfera.

O sol tem uma imensa capacidade de produzir energia e é totalmente renovável, sem causar danos ao planeta.

Precisa de pouca manutenção

Depois de instalado, o sistema fotovoltaico precisa de poucos ajustes. Apesar de funcionar muitas horas por dia, o que se recomenda é somente a manutenção preventiva para verificação dos aparelhos.

Para continuar com bom desempenho é recomendável que a limpeza dos módulos seja feita a cada seis meses. Porém, isso pode ser feito sem ajuda especializada.

Vida útil longa

Ao pensar em longo prazo, fica ainda mais clara a vantagem de utilizar energia solar. Depois de comprar seus equipamentos, você terá mais de 25 anos para usufruir dos benefícios, produzindo uma energia limpa.

Portanto, a instalação se torna um investimento que será colhido pela economia das próximas décadas.

E quais as desvantagens?

Mesmo apresentando ótimos aspectos para a sua instalação, há alguns detalhes que não são tão atraentes na energia solar. Veja a seguir quais são.

Alto custo de investimento

Para comprar e instalar o sistema fotovoltaico é necessário um alto investimento inicial, independentemente do tipo escolhido (On-Grid, que fica conectado à rede, ou Off-Grid, que é isolado da rede). Os custos dos componentes são altos. Entre eles estão os inversores interativos e as baterias estacionárias. Os valores iniciais podem variar, mas, ainda assim, costumam ser bem altos.

Forma de armazenamento de energia

Se comparada aos combustíveis fósseis, a energia solar armazenada mostra pouca eficiência. Em locais onde o clima não permite a incidência de luz solar constante, a produção de energia fica comprometida. Por não contar com armazenamento tão bom, é possível que seja necessário o uso de energia elétrica comum.

Para avaliar se investir nesse tipo de energia compensa para você, considere como funciona energia solar e os prós e contras da sua utilização de acordo com a sua realidade. Dependendo do seu consumo de energia e outros fatores, fica mais fácil colocar na balança antes de decidir.

E, se ainda estiver se perguntando se vale ou não a pena investir nesse sistema, confira o nosso post sobre o assunto e esclareça suas dúvidas!