Tempo de leitura: 5 minutos

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Não há como não associar um período em que ficamos mais tempo em casa com maior gasto de energia elétrica. Isso vale para as férias e, é claro, para a fase que o mundo está vivenciando: permanecer o maior tempo possível em casa para evitar a contaminação pelo novo coronavírus (COVID-19).

No entanto, existem maneiras de economizar energia na quarentena, mesmo utilizando eletrodomésticos, laptop, videogame, entre outros itens que aumentam nosso conforto.

Se você está com receio de que a conta de luz venha com valor acima do esperado, vamos mostrar 5 maneiras de economizar energia. Confira!

Como economizar energia na quarentena

1. Reveja a iluminação da casa e invista em lâmpadas de LED

Durante o dia, aproveite a luz natural abrindo cortinas e janelas. Com relação à iluminação artificial, prefira lâmpadas de LED de cores claras e com a potência indicada para cada ambiente. Os cômodos pequenos, por exemplo, não necessitam de lâmpadas muito potentes. Troque as lâmpadas fluorescentes pelas de LED, muito mais econômicas e com altíssima durabilidade. Ao sair de um ambiente, apague a luz. Além disso, evite acender as luzes decorativas.

2. Desligue os aparelhos que não são utilizados

Sempre desligue os aparelhos elétricos que não estiver usando. Com relação à televisão, se mais de uma TV da casa estiver ligada no mesmo programa, desligue uma delas e aproveite esse momento para assistir o canal em família, o que é uma boa forma de interação. Para quem gosta de adormecer com a TV ligada, é bom programar o timer para desligamento automático.

Quanto aos smartphones e computadores, só os deixe carregando se realmente houver necessidade. Assim, retire o carregador da tomada quando os aparelhos estiverem completamente carregados. Ao fazer pequenas pausas, aproveite para deixar o monitor desligado a fim de economizar energia, já que ele é responsável por aproximadamente 70% do consumo de energia do aparelho.

Ao sair dos ambientes, desligue os aparelhos elétricos, assim como nas pausas para fazer as refeições ou outros intervalos. Evite deixar os eletrodomésticos em stand-by à noite (tire-os da tomada) e, de dia, deixe fora da tomada os que não estiver utilizando, como o micro-ondas.

3. Mantenha a geladeira fechada

Ao abrir a porta da geladeira ou do freezer, aproveite para pegar tudo o que for necessário. Pergunte a quem estiver perto de você se precisa de alguma coisa. Se a geladeira e o freezer tiverem regulagem de temperatura — mínimo, médio, máximo — saiba usá-la corretamente. Só deixe no “máximo” se os aparelhos estiverem cheios.

Preste atenção também na temperatura dos alimentos que você coloca no eletrodoméstico. Espere esfriar um pouco antes de colocá-los no refrigerador. Isso porque, se estiverem muito quentes, haverá maior gasto de energia para resfriá-los.

Verifique se a porta está fechando corretamente. Para isso, observe se a borracha de vedação está intacta. Para fazer o teste, coloque uma folha de papel sulfite e feche a porta. Se a folha não cair, é sinal de que a vedação está boa. Caso contrário, convém, assim que possível, trocar a borracha.

Além disso, deixar a borracha de vedação sempre limpa aumenta sua durabilidade. Por fim, nunca utilize as serpentinas da parte de trás do refrigerador para secar roupas e sapatos, pois essa atitude aumenta o consumo de energia.

4. Evite banhos demorados

Não ligue o chuveiro enquanto ainda está se despindo, ou seja, deixe para liga-lo apenas imediatamente antes de tomar banho. Além disso, não demore no banho; cerca de 5 a 6 minutos embaixo do chuveiro já são suficientes. É claro que esse período pode aumentar para as pessoas com cabelos compridos em dias de lavar a cabeça. Ah! Lembre-se de desligar o chuveiro enquanto estiver se ensaboando.

Outra medida importante é, em dias de calor, usar a temperatura na posição de menor potência. Isso porque a posição mais potente consome, em geral, 30% a mais de eletricidade. Então, se você até agora usou apenas a chave mais quente, pode pensar que vai economizar energia na quarentena, e quando ela acabar também.

5. Use menos a máquina de lavar roupas

Quanto à lavadora de roupas, o ideal é deixar acumular muitas roupas para usar toda a capacidade do equipamento. Assim, você só precisará gastar energia uma vez. O mesmo vale para as máquinas de lavar louça. Além disso, use somente a dosagem recomendada de sabão em pó, assim, você não vai precisar repetir o enxágue.

Durante a quarentena, a energia com a máquina de lavar roupas pode ser ainda mais economizada se você — já que está em casa — repetir a roupa por mais dias. Se você não suar, nem cozinhar nem mexer com jardinagem, a roupa não precisará ser lavada.

A economia de energia usando lâmpadas LED

Sabia que a lâmpada LED não apenas é muito durável, o que já é vantajoso, como também economiza energia de forma inimaginável se comparado à antiga luz incandescente? Entenda a seguir os motivos.

A tecnologia revolucionária empregada pelas lâmpadas de LED é capaz de transformar cerca de 90% da energia emanada em luz. Fazendo uma comparação, as antigas lâmpadas incandescentes aproveitam apenas 20% da energia para iluminar os ambientes, e os outros 80% são transformados em calor. Inclusive, é justamente por isso que elas esquentam tanto. Além disso, a lâmpada de LED utiliza menos energia para seu funcionamento eficaz e, com isso, a sua conta de energia elétrica será impactada positivamente no final do mês.

Pelo que vimos neste post, economizar energia não é uma tarefa tão difícil, e é uma ação muito vantajosa para o seu bolso, em especial durante o período de quarentena. Além disso, esse aprendizado também poderá ser usado no futuro, gerando um benefício significativo. Afinal, ao economizar com a energia elétrica, você poderá utilizar o seu dinheiro para investir em outros aspectos que melhorarão a qualidade de vida de toda a família, não é mesmo?

Agora que você viu diversas dicas para economizar energia na quarentena, aproveite para assinar nossa newsletter e continuar recebendo informações importantes diretamente em seu e-mail.

Aproveite para ler também: Conheça os direitos do consumidor na compra de lâmpadas!