Tempo de leitura: 5 minutos

A iluminação é um fator essencial e que faz muita diferença nos ambientes e na aparência da sua casa. Todavia, fazer um bom trabalho na hora de decorar e escolher os tipos certos de lâmpadas e sistemas para que ela fique perfeita é uma tarefa difícil. Que tal começá-la descobrindo a diferença entre plafon e spot?

No artigo de hoje, mostramos como cada um desses sistemas funciona, que benefícios eles oferecem e ajudamos você a identificar quando é o momento certo de utilizá-los. Pronto para aprender? Então vamos lá!

O que é um plafon?

Plafon é um nome francês utilizado para se referir às luminárias de teto e diferi-las dos pendentes. O termo designa aquelas luminárias cobertas por um vidro que pode ser transparente ou opaco e que são utilizadas para cobrir toda a extensão de um cômodo, dando a ele a maior parte da luz de que precisa para ser utilizado.

Em geral, plafons são utilizados em ambientes de médio porte, já que não oferecem luz o suficiente para iluminar grandes espaços, mas quando são aplicados a esses espaços maiores eles vêm em combinação com outros tipos de iluminação, como os spots, as luminárias e as luminárias de chão.

Há dois tipos de plafons mais frequentemente utilizados na decoração: o de sobrepor e o de embutir. O primeiro é preso diretamente na laje da residência ou apartamento. Já o segundo fica fixo no forro de gesso.

Ambos os tipos de instalação oferecem segurança e boa iluminação para quem opta por elas, diferenciando-se exclusivamente quanto a maneira como são instaladas. Verifique as condições do seu apartamento para identificar qual dos dois tipos de plafon é mais interessante para o seu espaço.

Outra informação a qual você deve estar atento antes de adquirir o equipamento diz respeito ao tamanho do ambiente. O plafon deve ser diretamente proporcional ao espaço em que é instalado, ou seja, quanto maior a sala, quarto ou cozinha, maior o plafon para iluminá-lo.

O que é um spot?

Conseguiu entender bem o que é um plafon? Então é hora de ficar atento para a definição de um spot. Essas luzes, muitas vezes, atuam em papel complementar com os plafons e ambas podem ser encontradas em um mesmo ambiente, cumprindo papéis diferentes.

Spots são luzes utilizadas para conduzir o olhar a um único lugar. Isso quer dizer que tratam-se de luzes direcionadas, ou seja, que estão constantemente apontadas para um ponto focal e não se movem dali. Por isso, os spots iluminam muito bem áreas como os banheiros e as bancadas de cozinha, oferecendo exatamente o tipo de luz que se precisa ali: forte, direcionada e clara.

Spots são peças pequenas que podem ser instaladas em múltiplas áreas da residência. Eles vêm em vários modelos e tamanhos e cada um deles oferece um poder de iluminação característico por causa disso. Os spots não são utilizados exclusivamente na iluminação doméstica; encontram espaço também nos sets de filmagem exatamente porque favorecem o foco da câmera em um único indivíduo ou cena.

O melhor lugar para instalar um spot na sua casa é em pontos específicos, iluminando móveis, quadros, itens colecionáveis, espelhos ou funcionando como peças decorativas.

Qual dos sistemas escolher?

Agora que você já sabe as principais diferenças entre plafon e spot, que tal ver como elas funcionam na prática?

Confira como cada um desses recursos de iluminação funciona em um projeto de decoração, seus prós e contras e veja alguns exemplos de uso para se inspirar.

Quando escolher plafons

Os plafons podem oferecer tanto luz direta quanto luz indireta. Por isso, eles são indicados em mais casos do que os spots. O resultado na iluminação da casa vai depender bastante de como eles são instalados, ou seja, da cobertura que cobre a lâmpada nos plafons.

Para aproveitar de mais iluminação indireta você pode, por exemplo, virar o plafon em direção ao teto. Assim, o ambiente é iluminado de maneira suave e aconchegante. Se o seu objetivo for iluminar por igual o espaço em que o plafon é instalado, é possível adquirir um plafon com luz difusa. Ele terá um vidro mais branco e opaco do que o transparente encontrado nos plafons indiretos e, consequentemente, cobrirá uma área maior.

Um dos grandes desafios de se iluminar com plafons está na cobertura de grandes ambientes. Embora o recurso possa ser utilizado em diversas áreas da residência, ele é mais indicado para quartos, salas de estar e salas de jantar.

Em espaços muito abertos, como o dos lofts, os plafons podem ser combinados com spots e com luminárias de chão para darem conta do recado.

Quando escolher spots

Se os plafons oferecem duas opções de iluminação (direta e indireta), os spots não são capazes de fazer isso. Eles são feitos para projetarem a luz em um canto específico do ambiente, portanto, são mais indicados quando queremos iluminar um espaço em particular de um quarto, sala ou cozinha.

Na hora de pensar o escopo da reforma do seu apartamento ou casa é necessário levar isso em consideração. Spots se sairão muito bem em tarefas em que uma lanterna se sairia bem (ou seja, quando é preciso luz direcionada e fixa). Portanto, nada de basear o sistema de iluminação de um ambiente amplo todo com spots. O resultado será um espaço de baixa luminosidade e pouco satisfatório.

Agora, se você tem uma coleção para exibir, quer obter uma iluminação mais eficiente ao se olhar no espelho do banheiro ou deseja transformar um corredor comprido em um ambiente menos ameaçador, os spots serão de grande ajuda. Combiná-los com plafons em outras áreas do seu projeto de iluminação fará com que você consiga obter o melhor dos dois mundos.

Plafons e spots são opções muito populares na hora de iluminar os cômodos da casa. Por isso, fique atento a tudo o que aprendeu aqui, considere as necessidades do seu ambiente e verifique qual delas é a mais indicada para a sua situação.

Garantimos que a iluminação adequada transformará a sua vida e fará com que a sua casa fique mais bonita, aconchegante e agradável.

Gostou de entender melhor a diferença entre plafon e spot? Então não perca tempo. Assine agora mesmo nossa newsletter e receba as principais atualizações do blog na sua caixa de e-mail!

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert