Tempo de leitura: 4 minutos

As fitas de LED estão inaugurando uma nova tendência na arquitetura, principalmente no design de interiores, tanto pela sua versatilidade quanto pelas inúmeras possibilidades de iluminação e decoração que oferecem. Entretanto, são tantas opções que é natural surgirem dúvidas sobre como e onde instalar fita de LED, por isso criamos este artigo com várias sugestões para deixar a sua casa ou escritório muito mais elegante com esse tipo de luz.

O mercado de produtos de LED está crescendo como nunca e os dispositivos disponíveis são inúmeros, sendo as fitas uma das soluções mais procuradas atualmente. Esse tipo de produto é constituído por uma placa eletrônica flexível na qual são inseridos pequenos LEDs, ligados linearmente, que operam em baixa tensão (12V ou 24V) e no verso apresentam um material adesivo que facilita a instalação.

Como são muito flexíveis e vendidas em metro, as fitas de LED oferecem um grande leque de opções para as mais variadas necessidades e projetos de iluminação. Confira abaixo onde instalar fita de LED!

1. Fita de LED em sanca

Começamos com uma das instalações que mais destacam um ambiente. Fitas de LED instaladas em sanca (molduras de gesso ou madeira feitas para acomodar a iluminação em tetos e paredes) oferecem um requinte a mais no cômodo, além de modernizarem o espaço por completo.

Você pode acomodar as luzes mais internamente para criar uma iluminação indireta ou deixá-las expostas com a luz direta. Modelos de fita mais simples podem ser alimentadas por pilhas ou baterias, mas, nesse tipo de instalação, o mais recomendável é conectar as fitas à rede elétrica da casa, um trabalho que precisa ser feito por um profissional para evitar danos no equipamento.

2. Fitas de LED em paredes e rodapés

Da mesma forma que é aplicada em sancas, existem outros locais onde instalar fita de LED que podem criar efeitos muito interessantes. Luzes nas paredes e rodapés, por exemplo, conferem maior contraste ao espaço e, quando discretas, podem deixar o imóvel com um ar muito mais sofisticado.

Outra vantagem das fitas de LED são as variadas opções de cores. Mas em residências, exceto em projetos muito específicos, o ideal é utilizar as tradicionais luzes brancas ou amarelas, pois são menos cansativas. A luz branca ajuda a visualizar os objetos do espaço, já a amarela cria uma sensação mais íntima e aconchegante.

3. Fita de LED no Hall de entrada

O Hall de entrada é o espaço destinado a receber os visitantes e apresentar a casa, hotel, condomínio ou empresa. Como dizem que “a primeira impressão é a que fica”, trabalhar bem a iluminação dessa área pode valorizar significativamente um imóvel, seja qual for a sua funcionalidade.

As fitas de LED podem ser usadas de diferentes formas de acordo com a impressão que desejamos transmitir. É muito comum em lojas e escritórios a instalação de luzes que combinem com a marca ou com a proposta da organização, o que pode ajudar na identificação do local e ainda dar um toque de exclusividade.

4. Fitas de LED em estantes e prateleiras

As fitas de LED também são excelentes para valorizar prateleiras e estantes, pois conferem maior contraste a livros, porta-retratos, arranjos e demais objetos.

Da mesma forma que as lâmpadas de LED, as fitas também são muito econômicas e, por serem de silicone e possuírem dupla face, podem ser coladas facilmente em prateleiras para decorar e iluminar o espaço.

5. Fita de LED em móveis e objetos

Se você gostaria de dar mais contraste aos móveis e objetos da casa, as fitas LED também podem lhe ajudar. Da mesma forma que as luminárias, a fita de LED pode ser usada para realçar móveis, quadros, aquários e outros objetos da decoração, com a vantagem de serem muito maleáveis.

paleta de cores disponível é bastante ampla: branco neutro, quente ou frio, âmbar, azul, amarelo, verde, vermelho, entre outras tonalidades. Tantas opções permitem trabalhar as cores dos ambientes e objetos de diferentes formas, criando sensações e experiências variadas que atendem a todos os gostos.

6. Fitas de LED em faróis de veículos

O uso do LED automotivo se popularizou com os primeiros faróis de neblina que, diferente dos faróis normais obrigatórios, são direcionados para o solo, facilitando a visualização da pista. Entretanto, as fitas de LED acabaram ganhando espaço também na customização de automóveis, mas esse tipo de alteração precisa ser feita com muito cuidado.

Alguns tipos de fita podem ser instalados no lado de fora do conjunto óptico do veículo, já outras precisam ser acopladas na parte interna dos faróis, o que cria um efeito estético melhor. Mas atenção: tais alterações devem ser analisadas e realizadas por um profissional, pois podem interferir no funcionamento do farol e implicar na perda da garantia do veículo.

7. Fita de LED para decoração

As fitas de LED são muito utilizadas para decoração de festas, exposições e datas festivas como o Natal e o Ano Novo. Como são flexíveis, elas permitem diversos tipos de arranjos e podem ser facilmente instaladas e retiradas após um evento, por exemplo.

Uma sugestão interessante aqui são as fitas que utilizam o sistema RGB (red, green, blue), no qual cada um dos LEDs apresenta as três cores aditivas: o vermelho, o verde e o azul. Esse modelo permite mudar as cores das luzes, automaticamente ou manualmente, de acordo com as funcionalidades do produto, o que aumenta, ainda mais, as possibilidades de decoração.

Essas foram algumas dicas para lhe ajudar a descobrir como e onde instalar fita de LED e, como você pôde perceber, esse tipo de luz pode ser usado de diversas maneiras diferentes. O estilo e a versatilidade, somados ao seu baixíssimo consumo de energia, tornam as fitas de LED excelentes opções para os mais variados projetos de iluminação e decoração, atendendo residências, escritórios, condomínios, empresas e eventos.

Gostou deste artigo e gostaria de ser informado sobre outros conteúdos como este? Então nos siga nas redes sociais e não perca nenhuma novidade do blog! Esperamos por você no FacebookTwitterYouTube e no Instagram!