Se você é adepto do estilo de decoração vintage, sabe que ele vem conquistando cada dia mais espaço. Cheio de personalidade, delicadeza, leveza e nostalgia, esse tipo de decoração garante aos ambientes charme e elegância.

Uma característica que define esse estilo é a riqueza de detalhes. O uso de objetos-chave faz toda a diferença no estilo vintage. Móveis com formas arredondadas; cores neutras e tons pastel; e objetos antigos e carregados de história são pontos altos desse tipo de décor.

Este estilo pode ser aplicado à decoração da sua residência de várias formas, uma delas é a iluminação vintage, que faz muito sucesso e torna o ambiente mais distinto. Ela ajuda a criar cenários sem exagerar. E as lâmpadas têm lugar importante nesse quesito. Entenda, aqui, como usar as lâmpadas a seu favor na hora de criar um projeto luminotécnico vintage. Confira!

O que é vintage na decoração?

Este é entendido como um estilo vintage em que as decorações são realmente antigas, sem qualquer forma de adaptação ou modificação, para parecer objetos modernos, como por exemplo, aqueles itens que só encontramos na casa da avó.

Normalmente, essas obras tendem a ter alto valor, pois na maioria das vezes, são obras originais da época e de alta qualidade, mas nada que uma boa feirinha ou lojas especializadas possam lhe trazer preços acessíveis, afinal é um trabalho único.

Móveis antigos, como armários de vidro, cadeiras de balanço e toca-discos são exemplos desses componentes decorativos.

Tendências da moda vintage para 2021

Hoje em dia, a decoração e a iluminação vintage podem ser usados ​​em qualquer lugar. Em uma casa, podemos considerar qualquer cômodo, mas, principalmente, aqueles cômodos visíveis aos visitantes, como salas de estar. Acompanhe abaixo algumas dicas:

Cadeiras

A cadeira Eames é um sucesso em muitos cenários de decoração. Ela foi criada por Charles Eames, um arquiteto e designer industrial que ficou conhecido por inovar em móveis dinâmicos. A cadeira Eames é aquela que tem pés de madeira, metal ou base Eiffel e pode estar com ou sem braços em diferentes cores.

Mesas de mármore

O mármore é um material nobre e deixa qualquer ambiente mais elegante. Hoje em dia, até mesmo escritórios têm apostado nesse objeto luxuoso para decorar ambientes. Para lugares residenciais, a recomendação é usar tons mais claros.

Almofadas com alto-relevo

Essa é uma peça que faz todo o sentido com a moda vintage porque não tem relação apenas com a estética do visual, mas também com o tato e outros sentidos. Eles podem ter texturas e relevos diferentes.

Os tijolinhos

Se até alguns anos atrás era considerado um tipo de decoração de ambientes industriais, agora trazem um sentimento acolhedor ao ambiente doméstico. Não é incomum encontrar casas que apostam nessa opção para decorar a sala, dando um aspecto mais rústico ao ambiente.

Tapetes statement e peles sintéticas

Esses tapetes são diferentes de todos os outros porque não são discretos. As peles sintéticas servem como objeto de decoração até mesmo para sofás e os tapetes não são feitos a partir de cores lisas, mas sim com tecidos coloridos e geométricos. A evolução da indústria têxtil valoriza técnicas manuais também e os tapetes passam a ser como obras de arte em uma casa, fazendo parte da moda vintage.

Diferença entre vintage e retrô

Muita gente tem dificuldades na hora de entender o que caracteriza o estilo vintage. A palavra vem do inglês e faz referência a algo antigo e de boa qualidade. As peças são originais das décadas de 20 a 60, que são encontradas ou garimpados em antiquários, feiras ou mesmo relíquias de família.

No estilo retrô, a decoração é inspirada nos anos 70 e 80, mas nem sempre exige peças originais dessas épocas. O ponto alto da decoração retrô são as linhas lúdicas nos móveis, cores fortes e tecidos diferenciados. O retrô é tão procurado que a indústria atual fabrica móveis e decorações do estilo.

Tecnologia luminotécnica na decoração

Mesmo que sua decoração seja vintage, a tecnologia pode fazer parte do seu projeto. As lâmpadas vintage, também conhecidas como lâmpada de filamento tem um visual antigo, mas seu funcionamento é moderno e, muitas vezes, econômico. É o caso dos modelos que lembram o formato daquela inventada por Thomas Edison.

As lâmpadas de filamento de carbono estão em alta e os desenhos dos filamentos garantem o diferencial e a modernidade. Elas podem ser encontradas em LED e oferecem maior durabilidade, economia de energia, baixa emissão de calor e variedade.

Possíveis combinações

Mas como usar as lâmpadas a favor de sua decoração vintage? Aprendendo como combiná-las com os elementos que constituem a décor de sua casa! Hoje em dia, o vintage propõe resgatar o passado sem perder de vista o despojamento.

A estética vintage combina perfeitamente com elementos de outros tipos de decoração como a retrô, a clássica e até a rústica. A ideia aqui é criar personalidade. Se sua cozinha é toda em madeira, por exemplo, a lâmpada vintage irá se destacar sem destoar.

Usos mais indicados

Para que as lâmpadas se destaquem na decoração, é importante que elas estejam expostas. Para isso, há diversos artifícios, como investir em luminárias pendentes e abajures com linhas simples. Dessa forma, as lâmpadas ficam aparentes e viram um ponto de charme na decoração.

Se a sua ideia é deixar o ambiente mais quente, abuse das lâmpadas tradicionais e que tenham a luz amarelada. Ela cai bem em varandas, dormitórios, salas de estar e de jantar. Para escritório, cozinha e banheiros, as lâmpadas com luz branca e em LED atendem muito bem.

Tipos de lâmpadas vintage

Tubular

Esse modelo é recomendável para ambientes mais amplos e que precisam de muita luz. É o caso de cozinhas, banheiros, áreas gourmet e escritórios.

Chama de vela

Essa lâmpada tem um charme todo dela: imita o formato das chamas de uma vela acesa. Ela é ideal para a sala de jantar e corredores. E fica ainda mais chamativa quando usada em candelabros, por exemplo.

Globo

Também conhecida como lâmpada com bulbo, esse modelo é muito usado para quebrar a monotonia em ambientes com decoração super moderna. Versátil, é uma escolha acertada para quem busca economia, qualidade e beleza.

Bolinha

São aquelas lâmpadas muito usadas em abajures e espelhos. Seu formato confere um certo ar de delicadeza à iluminação. Quando usadas sozinhas, ajudam a criar focos de luz. Recomendadas em quartos e banheiros.

Quando o assunto é decoração vintage, elaborar um projeto de iluminação com um efeito visual aconchegante e funcional pode ser um desafio. Por isso, é importante contar com os produtos certos para a sua décor.

Gostou do post? Então, aproveite para visita para conhecer a linha de lâmpadas vintage da Iluminim e deixar sua casa ainda mais bonita!