Tempo de leitura: 3 minutos

Um bom projeto de iluminação é fundamental para a decoração de um ambiente. Além de seu caráter funcional, quando bem executado, ele é capaz de transformar um espaço. Diferentes sensações e efeitos podem ser obtidos com os variados tipos de LED disponíveis no mercado.

Mas cada ambiente da casa exige um tipo específico de iluminação. A versatilidade das lâmpadas de LED se adapta bem a essa exigência. E vale lembrar que elas apresentam o melhor custo-benefício do mercado.

São muitas as vantagens das lâmpadas de LED. Além de serem mais eficientes e duráveis do que as tradicionais, elas também são mais econômicas e sustentáveis. A redução no consumo de energia chega a 90%.

No post de hoje, vamos mostrar dicas para você acertar no projeto de iluminação de cada ambiente de sua casa usando os variados tipos de LED. Acompanhe:

Sala

A sala de estar é o espaço onde a família relaxa, recebe amigos e, muitas vezes, assiste a um filme ou se dedica à leitura de um livro. Por isso, o ideal é que sejam criados diferentes ambientes, o que pode ser conseguido por meio de um bom projeto de iluminação.

O teto rebaixado em gesso com lâmpadas de LED embutidas é uma ótima alternativa. Além de uma boa iluminação, é possível garantir um efeito específico para cada canto e funcionalidade. Ainda, você pode usar as luzes para proporcionar destaque a objetos de decoração ou a obras de arte.

Para quem prefere a iluminação indireta, pode apostar em luminárias de chão próximas das poltronas, por exemplo, e arandelas na parede da área da televisão. No teto, spots direcionados para os pontos que precisam de mais iluminação resolvem o problema.

Já na sala de jantar, o pendente sobre a mesa ajuda a visualizar o que está sendo servido.

Quartos

Nos quartos, uma iluminação que crie um ambiente de relaxamento é fundamental. A luz indireta contribui para isso. Deixe as lâmpadas de LED em cantos estratégicos: embutidas nos móveis ou atrás do espelho, por exemplo. Ao lado da cama, não se esqueça de uma boa luminária para leitura.

No closet, a iluminação pode ser mais intensa. Vale até apostar numa iluminação fria, com lâmpadas de tom azulado, já que esses ambientes não costumam ter janelas.

No quarto das crianças, você pode criar um efeito de céu estrelado intercalando lâmpadas de LED de diversos tamanhos. Os pequenos adoram!

Cozinha

A cozinha deve ser bem iluminada. O ideal é que a iluminação do teto não faça sombras. A dica é instalar lâmpadas de LED sobre as bancadas de preparo.

Fitas de LED também podem ser utilizadas ao redor de um painel, criando, assim, um efeito interessante. Você ainda pode optar por lâmpadas coloridas na ilha, caso a decoração de sua cozinha seja mais arrojada.

Por fim, depois saber detalhes sobre a iluminação de cada cômodo, fique atento a uma dica sobre temperatura de cor.

Na hora de escolher as lâmpadas de LED, sempre dê preferência para as de tom mais alaranjado para áreas como sala e quartos, onde a sensação de aconchego precisa estar presente. Já nas áreas que devem ser mais iluminadas, como cozinha e banheiros, prefira as lâmpadas com um tom mais azulado.

Com os diferentes tipos de LED disponíveis, é possível iluminar da maneira correta cada ambiente de sua casa. Gostou das nossas dicas? Então, aproveite e compartilhe este conhecimento com os seus amigos nas redes sociais!