Sensores de presença são muito úteis para a segurança e economia de energia de diversos locais, desde residências à grandes empresas. Além de serem produtos com preços em conta, são fáceis de instalar e possuem muitos benefícios. Confira abaixo o passo a passo da instalação e as vantagens desse produto.

Você se aproxima da entrada do prédio, entra e está tudo escuro. Aquele friozinho na barriga é inevitável, né? Mas, de repente ao seu primeiro passo, as luzes se acendem. Por trás dessa situação, está o sensor de presença que usa tecnologia de detecção e automação.

Hoje em dia, a automação se tornou algo muito apreciado pelos profissionais da área elétrica. É muito útil porque pode ajudar a realizar, desde tarefas simples como a iluminação, até tarefas mais pesadas, tudo de forma automática. Mas, você sabe como fazer essa automação? Ela é realizada através do sensor de presença, que elimina o trabalho de ligar ou desligar a lâmpada.

O que é um sensor de presença?

Um sensor de presença é um dispositivo que detecta interferências no ambiente e, ao detectar essas interferências, fecha o circuito, permitindo que a corrente flua para a carga. As mais comuns são:

  • Infravermelho:  detectam a presença de uma pessoa pelo calor. Essa operação é baseada na emissão de luz invisível e, quando um objeto é detectado no meio do caminho, os fótons podem ser medidos para verificar a temperatura.

  • Microondas:  esse sistema emite pulsos na forma de ondas. Quando o padrão dessas ondas é interrompido, ele considera que há alguém no local e dispara um alarme.

  • Ruídos: emite uma frequência da onda sonora entre 22kHz e 45kHz, que não pode ser ouvida pelo ouvido humano. O sistema funciona a partir dos ecos dessas ondas e as ativa quando há uma reação anormal.

Não esquecendo de mencionar que existem sensores de presença já embutidos nos próprios produtos de iluminação, como lâmpadas e refletores e até mesmo câmeras de monitoramento. Nesses casos, a câmera pode ser programada para começar a gravar somente quando algum sensor é acionado ou que a partir de um comando do sensor ela faça frames do invasor da casa.

Quanto custa um sensor de presença?

Vai depender muito do modelo e funcionalidade do sensor. Em um parâmetro geral, eles vão de R$ 30,00 à R$ 300,00.  Na Iluminim, você pode encontrar sensores de presença em vários modelos e com os melhores preços do mercado. Confira alguns:

Como instalar sensor de presença?

Instalar um sensor de presença pode parecer complicado, mas garantimos que não é. A instalação do sensor de presença é semelhante à instalação de um interruptor simples.

Antes de qualquer instalação, devemos estar atentos a alguns detalhes, como por exemplo, não realizar instalação com a luz geral ligada. O disjuntor geral do equipamento ou os disjuntores de cada circuito em que será instalado devem estar desligados.

O primeiro passo é alimentar o sensor de presença, identificando os cabos de fase, neutro e retorno do sensor de presença. Após identificar o cabo do sensor, conectamos o cabo de fase ao terminal marcado como fase e o cabo neutro ao terminal marcado como neutro. Se a conexão for bifásica, basta conectar a fase 2 ao terminal com a marca neutra.

No último passo é necessário conectar a lâmpada. Para isso, precisamos conectar ao fio neutro no terminal na lateral do soquete e, em seguida, fornecer à lâmpada um cabo de retorno, que é conectado na parte central do soquete. A figura a seguir mostra em detalhes como instalar o sensor de presença.

Saiba também: Como fazer instalação de lâmpada? Descubra agora mesmo!

Como instalar sensor de presença com interruptor simples e paralelo?

Interruptor simples:

A lâmpada acenderá de duas maneiras: quando o sensor é acionado e quando um simples interruptor é acionado, para quando você quiser manter a lâmpada por mais tempo. Mas tenha em mente que isso irá transferir na energia que vai diretamente para a lâmpada.

Para realizar esta instalação, faça a mesma conexão do exemplo anterior, mas agora faça duas derivações. A primeira derivação deve ser feita no cabo de fase e, após a derivação, o cabo derivado deve ser conectado a um terminal de chave. A segunda derivação deve ser feita no cabo de retorno do sensor, após derivar este cabo deve-se conectá-lo à outra ponta da chave simples, conforme exemplo a seguir.

Interruptor paralelo:

A conexão é a mesma da conexão anterior, mas a única diferença é que o interruptor que será usado (o paralelo):

Para estabelecer essa conexão, começaremos alimentando o ponto neutro de dois lugares. Primeiro conecte o cabo neutro ao terminal lateral do soquete da lâmpada. Depois de conectar a lâmpada, conecte o fio neutro ao terminal neutro correspondente do sensor de presença.

Em seguida, conecte o cabo de alimentação de fase ao terminal central da chave paralela. Pegue o cabo do terminal lateral da chave paralela e conecte-o ao terminal de fase do sensor de presença. Em seguida, pegue o cabo do outro terminal lateral do interruptor paralelo e conecte-o ao terminal central da tomada de luz. Finalmente, conforme mostrado na figura abaixo, ramifique o cabo de retorno da lâmpada e conecte ao terminal de retorno do sensor.

Leia sobre: 7 cuidados essenciais para comprar lâmpada pela internet

O que são sensores de presença com fotocélula e como instalar?

Eles são um outro modelo de sensor de presença. O funcionamento da fotocélula também é muito simples, pois cada sensor é acionado de acordo com determinados fatores ou configurações. No caso de um fotoelétrico, o fator é a quantidade de luz que incide sobre o sensor de fotocélula, que nada mais é do que um sensor resistor dependente de luz.

E como instalar?

Tal como acontece com o sensor de presença, primeiro forneceremos energia à fotocélula e determinaremos os terminais do sensor de presença. Conectamos o fio de fase ao terminal identificado como fase e o fio neutro ao terminal identificado como neutro. Se a instalação for bifásica, basta conectar na fase 2 ao terminal com a marca neutra.

Por fim, deve-se conectar a lâmpada, ou seja, conectamos o cabo neutro ao terminal conectado na lateral da tomada, e a seguir fornecemos à lâmpada um cabo de retorno conectado ao terminal, que é direcionado para a parte central da tomada.

O que são sensores de presença inteligente e como instalar?

Há muito tempo, o uso de sensores inteligentes é prática da indústria e das empresas.

Em geral, um sensor inteligente tem três componentes principais: um sensor que captura dados do ambiente ou equipamento; um microprocessador, que calcula a saída do sensor de forma programática; e um recurso de comunicação que informa o microprocessador sobre as medidas de saída a serem tomadas.

Os sensores inteligentes podem ser compostos de vários outros sensores, bem como transceptores, amplificadores, filtros analógicos e fontes de alimentação. A instalação dos sensores de inteligência não é um processo diferente dos demais modelos de sensor.

Sugestão de leitura: Como consertar lâmpada de LED? Aprenda aqui!

Este tipo de equipamento é relativamente barato de instalar e os benefícios proporcionados podem ser descritos como redução dos custos com eletricidade e melhoria da segurança das pessoas.

Os Sensores de Presença Iluminim substituem interruptores normais, ligando e desligando luzes automaticamente. Conheça os diferentes modelos e características desses produtos no nosso site e se inscreve na nossa newsletter para receber mais conteúdos como esse.