Tempo de leitura: 5 minutos

Quem trabalha no ramo ou apenas é um bom observador sabe que a iluminação é capaz de alterar significativamente um espaço, de forma a acrescentar ao ambiente sensações, ideais, e ainda melhorar questões de funcionalidade, aspectos técnicos e estéticos. Neste artigo, daremos a você algumas dicas de como fazer iluminação de aquário com uso de lâmpadas de LED.

Inicialmente, apresentaremos algumas razões pelas quais você deve considerar a iluminação do aquário como uma prioridade. Em seguida, falaremos um pouco sobre as lâmpadas de LED e como elas podem ser úteis nesse contexto.

Por fim, apresentaremos dicas e vantagens para você executar um bom projeto de iluminação de aquário, além de informar os materiais necessários para fazê-lo. Continue lendo este texto e saiba muito mais sobre iluminação em aquário!

Saiba por que a iluminação em aquários é importante

O aquário é um elemento muito requisitado em projetos paisagísticos e de decoração de interiores. Ele pode variar bastante, indo desde tamanhos pequenos até os maiores, que podem ocupar toda a parede de uma sala, por exemplo. Quanto maior for o seu aquário, maior será a necessidade de iluminá-lo de forma adequada.

Isso porque, além de ser um elemento fundamental para a estética do aquário, a iluminação influencia diretamente a vida de peixes e demais seres vivos do aquário. A luz proporciona um bom ambiente, substituindo os raios solares que estariam presentes em um espaço natural.

A iluminação torna-se ainda mais importante em casos de aquários plantados, pois as plantas aquáticas precisam de iluminação para fazer o processo de fotossíntese. Caso contrário, elas podem a morrer rapidamente.

Vale ressaltar que a iluminação natural é a mais adequada para o a aquário, mas sabemos que nem sempre é possível viabilizá-la. Entretanto, quando ela for viável, deve-se tomar cuidado quanto ao excesso de exposição aos raios solares, que ajudam a criar um cenário ideal para o desenvolvimento acelerado das algas. Essas plantas, apesar de não fazerem mal para a saúde dos peixes, interferem negativamente na estética do aquário, inserindo um tom verde-musgo nele.

Para evitar esse problema, além de solucionar a questão dos aquários localizados em espaços internos — sem acesso à luz natural  você pode usar a luz artificial. Entretanto, é necessário seguir critérios e conhecer os tipos de lâmpada adequados para o seu aquário.

Confira a importância da adoção de lâmpadas LED no seu projeto de iluminação de aquário

Há vários modelos de lâmpadas para iluminação de aquários, mas vários estudiosos sobre o tema afirmam que o LED é uma das melhores alternativas. Isso porque há um leque de variedade de cores, que devem ser adaptadas de acordo com a necessidades dos peixes e algas criados.

Além disso, o LED tem como características próprias não esquentar — o que também auxilia na manutenção da vida no aquário e o torna uma alternativa mais econômica do que lâmpadas fluorescentes, por exemplo.

Dessa forma, o projeto de iluminação de um aquário deve considerar o uso das lâmpadas de LED por conta das características que abordamos neste tópico. As cores e a intensidade devem ser estudas com cautela e, sempre que possível, com ajuda de um profissional especializado na área.

Veja como fazer um bom projeto de iluminação de aquário

Cuidados

Para trocar uma lâmpada ou colocá-la durante o processo de inserção da iluminação no aquário, é necessário que você faça o processo de forma gradual, alternando o nível de iluminação no primeiro dia, ascendendo e apagando a luz ao longo do dia. Isso serve para adaptar as vidas do aquário à nova realidade de iluminação.

Lâmpada ideal

Não existe a lâmpada ideal para todos os aquários, mas sim um modelo adequado para cada aquário específico. Isso vale tanto para a cor da lâmpada quanto para a sua potência, temperatura de cor, entre outros aspectos. Para avaliar as diversas opções disponíveis você deve analisar a necessidade dos peixes e das plantas do aquário.

Intensidade da iluminação

Nas especificações das lâmpadas está a indicação para o tamanho de aquário em que elas devem ser utilizadas. Em tempos mais antigos, costumava-se fazer o seguinte cálculo para a introdução de lâmpadas no aquário: 1 W ou 1.5W por litro de água. Entretanto, atualmente não se costuma utilizar esse cálculo por conta da exigência diversificada de iluminação de acordo com as espécies existentes no aquário.

Conheça os materiais necessários para a instalação da lâmpada

Os materiais e a quantidade variam de acordo com cada aquário. Mas, no geral, para fazer a iluminação de um aquário é necessário: LED de alto-brilho da cor desejada, chave para ligar e desligar a luz quando for necessário, carregador de celular com tensão padrão de 5 volts, fita isolante, lixa, tesoura e fita adesiva, além de resistores de 270 ohms.

Embora não seja recomendado que você execute o projeto por conta própria, há alguns materiais que podem ser encontrados na internet ensinando o passo a passo. Entretanto, mexer com eletricidade requer experiência e muita técnica, caso contrário você pode sofrer um acidente ou a água do aquário pode ficar energizada e matar os peixes. Procure um especialista!

Saiba quais são as principais vantagens de inserir iluminação artificial no seu aquário

Menor necessidade de manutenção

Como falamos, apesar de a luz natural ser a mais indicada e nem sempre estar disponível, aumenta o processo de crescimento das algas e plantas do aquário, o que leva a água a ficar com um tom verde-musgo. Com a iluminação artificial, esse problema é solucionado e o aquário precisará de menos manutenção.

Estética

Os detalhes do aquário só poderão ser vistos pelo observado se ele estiver bem iluminado. Além disso, a iluminação pode destacar certos elementos do aquário que privilegiem a sua estética. Outro fator diferencial da iluminação é a variedade de cores que os LEDs oferecem.

Funcionalidade

A funcionalidade é o aspecto mais importante do porquê você deve pensar na iluminação para o seu aquário. Sem uma iluminação adequada, toda a vida do espaço fica comprometida, o que pode até mesmo causar a morte precoce de plantas e peixes.

Dessa forma, a iluminação de aquário é um elemento fundamental a ser considerado em projetos de criação de animais aquáticos, sejam eles para comércio, escritórios ou corporaçõesPelas suas vantagens, a iluminação em LED não deve ser vista como um custo, mas como um investimento que garante eficiência e economia.

Agora que você já sabe como utilizar a iluminação de LED para iluminar um aquário, veja outro artigo que preparamos com informações sobre a função da fita de LED e de que forma ela pode ser aproveitada!