Tempo de leitura: 5 minutos

Você já percebeu como os apartamentos estão ficando cada vez menores? São vários os motivos para essa tendência, que vão desde o custo da construção e do metro quadrado (principalmente nos grandes centros) até o modo de vida atual que prioriza a praticidade.

No entanto, independentemente de quão pequeno seja o seu apartamento, a decoração é essencial. É possível dizer que ela é até mais importante, pois uma boa disposição de móveis e de objetos vai otimizar muito mais os espaços e o resultado será surpreendente.

Por isso, separamos algumas dicas e truques para você aproveitar cada canto do seu lar e torná-lo muito mais funcional, charmoso e aconchegante. Confira, agora, o que você precisa saber sobre decoração para apartamentos pequenos!

1. Invista em móveis sob medida

Quanto menor o apartamento, maior a importância de cada local, não é mesmo? Por isso, nada melhor do que investir em móveis sob medida. Planeje, com o profissional, como adequar da melhor forma possível suas necessidades à metragem disponível.

Utilize as paredes com mobílias aéreas, nichos e prateleiras, especialmente para guardar aqueles objetos que não são de uso diário. Esse artifício melhora a circulação geral dos cômodos. Outra dica é optar por móveis menos profundos e com bastantes divisões para evitar áreas vazias no interior deles.

Em alguns casos, é aconselhável usar armários de canto. Se for assim, instale as portas de forma que não fique nenhum lugar sem utilização. E por falar em portas, as de correr são as melhores opções para apartamentos pequenos.

Objetos multifuncionais também ajudam nessas horas, como um sofá-cama, uma poltrona com baú ou uma mesa retrátil na cozinha. Quando não estão em uso, ficam mais compactos, contribuindo para melhorar a funcionalidade dos cômodos.

2. Integre os espaços

O conceito aberto é uma ótima solução de decoração para apartamentos pequenos. Talvez não pareça, mas os 15 cm ocupados pela parede fazem bastante diferença na metragem final.

Então, que tal eliminar a parede entre as salas de estar e de jantar e transformar a parede da cozinha em um balcão? Troque a divisória, por móveis sob medida que ainda se tornam um lugar a mais para guardar suas coisas. Outra ideia é usar uma porta de correr entre o escritório e sala, por exemplo, de forma que você só fecha se houver necessidade.

Na decoração de apartamentos pequenos, evite os vários ambientes apertados. Prefira sempre os cômodos abertos, pois até a iluminação funciona melhor, dando um efeito visual maior.

3. Instale espelhos

Os espelhos são praticamente obrigatórios na decoração de apartamentos pequenos, pois eles dão a sensação de amplitude. Quando bem colocados, ficam sofisticados e tornam-se uma peça de decoração importante.

Prefira sempre cobrir uma parede inteira ou a maior parte dela com os espelhos. Uma boa técnica é usá-los atrás do sofá ou da mesa de jantar. No hall de entrada e atrás da cama também funcionam muito bem. Até mesmo os modelos trabalhados, em mosaicos ou com recortes, provocam o efeito de aumento. No banheiro, sempre opte pelos tamanhos que fiquem da largura da pia.

No quarto, em vez de precisar de uma parede para fixá-lo, solicite que as portas do guarda-roupa sejam de espelhos. Combine com uma iluminação direcionada que facilitará o acesso ao móvel, a visualização e ainda multiplicará a luz no quarto.

4. Prefira as cores claras

As bases mais claras colaboram com a amplitude dos espaços pequenosPrefira sempre esses tons para as paredes e para os itens maiores. As cores são permitidas, é claro, mas reserve para pequenos detalhes e móveis.

Isso não significa, porém, que tudo será muito branco e bege. Se tiver um sofá escuro, combine com paredes, tapete e mobílias claros para aumentar a sensação de amplitude. Também é um artifício deixar a cor para a parte interna dos armários, por exemplo. Quadros, luminárias, poltronas e cadeiras podem ter uma cor a mais para dar vida ao seu lar.

Além disso, ao optar por uma base clara, você fica livre para trocar a cor dos objetos menores, como por exemplo, as almofadas. Dessa forma, a sua decoração para apartamento pequeno poderá ser variada de tempos em tempos.

5. Abuse dos objetos curingas e compactos

Como os apartamentos menores são uma tendência no mercado imobiliário, a tecnologia trabalha todos os dias para ofertar as melhores soluções para esses espaços. Móveis que têm a função de dividir o cômodo, mesas que se recolhem nas paredes e cadeiras dobráveis, por exemplo.

Para a cozinha, os próprios cooktops são resultado desse movimento, bem como as lavadoras que lavam e secam. Existem ainda, purificadores portáteis de água, coifas menores, micro-ondas pequenos e eficientes, entre outros eletrodomésticos.

Vale a pena, também, ser criativo. Que tal fixar a televisão do quarto no guarda-roupa? Para a sala de estar, uma boa ideia é embuti-la para liberar o rack. No quarto, utilize as bicamas ou use o espaço abaixo da cama como baú. Na cozinha, faça um balcão mais largo e utilize-o como apoio e mesa para refeições pequenas. Se ele tiver saída para a sala de jantar, pode fazer o papel de buffet quando você receber visitas.

6. Faça compartimentos secretos

Esse tópico até parece estranho, mas utilizar todos os espaços é fundamental na decoração para apartamentos pequenos. Nesse sentido, sabe aquele vão entre a geladeira e a parede? Transforme-o em um pequeno armário para condimentos.

A dica é não deixar esses locais vazios e procurar formas de aproveitá-los. Mais ideias: a parte de trás do sofá pode abrigar uma minibiblioteca e o vazio embaixo do tanque é perfeito para um armário para produtos de limpeza.

7. Planeje a iluminação

A iluminação é fundamental na decoração de apartamentos pequenos. A luz natural é sempre bem-vinda, mas como não é possível mudar as janelas dos apartamentos, você pode pensar em um projeto de iluminação que ajuda a ampliar os ambientes.

Utilize luminárias embutidas e lâmpadas de LED instaladas nos tetos rebaixados em gesso, que garantem uma excelente luminosidade. Mas fique atento: cada ambiente exige um tipo de luz.

Tanto na sala quanto nos quartos, utilize as lâmpadas de temperatura quente, ou seja, de cores mais amareladas, que dão uma sensação de aconchego. Na sala, a iluminação embutida criará combinações, que poderão ser mais claras em uma reunião familiar ou mais escuras para assistir a um filme.

Prefira sempre as lâmpadas de LED, que têm o melhor custo-benefício. São mais econômicas e têm maior vida útil. Nos quartos, é permitido abusar das luzes indiretas, como uma luminária no criado-mudo.

Para cozinha e banheiros prefira as lâmpadas de temperatura fria, com um tom mais azulado. Na cozinha, uma dica é a instalação de pendentes de LED perto das bancadas de preparo. No banheiro, aposte em uma fita de LED atrás do espelho que, além de conferir charme ao ambiente, vai colaborar na iluminação desse ponto.

Viu como uma bela decoração para apartamentos pequenos é possível? Com essas dicas, seu lar se se transformará em um grande espaço de descanso e de convívio.

Continue aprendendo e investindo em boas soluções para sua casa e veja, agora, todas as vantagens e por que utilizar as lâmpadas de LED na sua residência.